Publicada em 20/12/2017, às 11:44

De zagueiro a centroavante: veja o que o Corinthians tem buscado no mercado

Timão quer zagueiro, laterais para os dois lados, meia e atacante para 2018

Nome de Henrique agrada, mas salários assustam (Foto: Nelson Perez/Fluminense FC)

O técnico Fábio Carille fala na contratação de cerca de seis reforços para o Corinthians em 2018. Com contas um pouco mais tímidas, o ex-diretor de futebol Flávio Adauto deixou o cargo dizendo que, pelo andar da carruagem, chegarão "quatro ou cinco".

Até agora, dois estão confirmados: o atacante Júnior Dutra, que se destacou na campanha do rebaixado Avaí no Brasileirão, e o volante Renê Júnior, de bom desempenho no Bahia.

Abaixo, o GloboEsporte.com detalha o que o Corinthians busca neste momento:



Zagueiro

Com a saída de Pablo, que não renovou seu contrato, a diretoria quer um experiente e com perfil de Libertadores. Apesar de ter olhado alguns nomes jovens, a procura é por alguém que tenha vivência internacional, espírito de liderança e que chegue para ser titular ao lado de Balbuena.



Nome na mira: Henrique, do Fluminense, agrada. Os altos salários, porém, são entrave.
Descartados: Marllon, da Ponte Preta, teve negociações, mas não será contratado. Leandro Castán, campeão da Libertadores em 2012, deve voltar ao Brasil, mas sofre resistência por conta da falta de ritmo de jogo e dos problemas de saúde sofridos na Itália.




Lateral-esquerdo

Enquanto Guilherme Arana virou unanimidade, os reservas Moisés e Marciel não convenceram a comissão técnica e devem ser emprestados. Assim, com a venda de Arana ao Sevilla, da Espanha, a diretoria procura dois nomes. Juninho Capixaba, do Bahia, tem negociações avançadas. Aos 20 anos, ele chegaria para brigar por posição. Um atleta com mais rodagem também pode acertar.


Nome na mira: Juninho Capixaba, do Bahia, tem negociações em andamento.
Descartados: oferecido, Mena, do Sport, não teve seu nome aprovado. Outros como Marcelo Hermes (Benfica), Guilherme Siqueira (livre) e Danilo Avelar (Amiens, da França) também estiveram na pauta em algum momento, mas não houve evolução nas conversas com seus agentes.

Lateral-direito

Além de renovar o contrato de Fagner, a diretoria procura um jogador experiente para ser o reserva imediato do lateral. Na posição, Léo Príncipe não agrada e tem chance de ser emprestado.

Nome na mira ou descartado: ainda nenhum

Volante

A contratação de Renê Júnior, que estava no Bahia, preencheu as necessidades do Corinthians.

Meia

O Corinthians sabe do risco de perder Rodriguinho para o exterior em 2018 e não vê no elenco nenhum jogador capaz de substituí-lo. Zé Rafael, do Bahia, foi sondado, mas o Tricolor disse que só liberaria o seu destaque numa negociação em definitivo e envolvendo dinheiro.

Gustavo Scarpa, que deve deixar o Fluminense, entrou na pauta após o negócio esfriar com Palmeiras e São Paulo. O Corinthians oferece jogadores na troca.

Nome na mira: Gustavo Scarpa, do Fluminense, pode chegar numa troca de jogadores.
Descartado: Zé Rafael, do Bahia, deixou de interessar (segundo a diretoria corintiana).

Atacante

Com a contratação de Júnior Dutra, do Avaí, o Corinthians qualificou o lado do campo, mas a busca é por mais um centroavante. Como Jô está na vitrine após um ano maravilhoso, e Kazim não convenceu, o nome do colombiano Tréllez, do Vitória, ganhou força. Ele se tornou o plano A.

Nome na mira: o Corinthians tem tudo acertado com o agente de Tréllez, mas o Vitória diz que não há proposta oficial e não quer liberá-lo. A não ser pela multa: R$ 10 milhões.
Descartado: Roger, ex-Botafogo, esteve na mira, mas acertou com o Internacional.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte