Publicada em 14/12/2017, às 10:32

São Paulo quer fechar logo com Diego Souza, mas meia tem menos pressa

Veja como está a negociação entre o Tricolor e o jogador do Sport

O São Paulo gostaria de fechar o mais rapidamente possível com Diego Souza, mas o jogador, aparentemente, tem menos pressa para definir seu futuro. Seu contrato com o Sport vai até o fim de 2018, e a tendência é que ele deixe a equipe. Aos 32 anos, ele gostaria de mudar de ares. Um dos motivos é a proximidade da Copa do Mundo. Ele concorre a uma vaga no ataque.

Diego Souza tem interesse em jogar no exterior, desde que seja um bom negócio, numa boa equipe. Por enquanto, suas principais possibilidades de futuro estão no futebol brasileiro. O São Paulo se apresentou de maneira incisiva aos agentes do jogador, e tem otimismo no acerto.

A negociação com o Sport passaria pelo perdão da dívida superior a R$ 2 milhões que o clube pernambucano tem com o paulista, relativa à compra dos direitos do atacante Rogério.



A mudança no comando do futebol tricolor anima os envolvidos no negócio. O entusiasmo de Raí em montar uma equipe competitiva chama atenção de quem está em sua volta. Diego Souza poderia ser o primeiro reforço do São Paulo para 2018.

Na visão da comissão técnica, o meia-atacante poderia preencher lacunas deixadas tanto por Pratto como por Cueva, em caso de ausências. Um trunfo que o grupo não teve ao longo do Campeonato Brasileiro, por exemplo. Quando Cueva foi à seleção peruana, o aproveitamento do time despencou e custou até a classificação para a Libertadores.



Pratto, por sua vez, jogou com lesão na coxa até o São Paulo escapar do rebaixamento, o que empurrou seu rendimento para baixo.




Para fechar logo com Diego Souza, entretanto, como deseja o São Paulo, a diretoria terá de convencê-lo a entrar na mesma sintonia de negociação.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte