Publicada em 14/12/2017, às 11:51

Ídolo do Palmeiras, Evair aponta jogadores que devem crescer com chegada de Lucas Lima

Ex-jogador acredita no sucesso do colombiano Miguel Borja para a próxima temporada

(Foto: Divulgação/Palmeiras)

Herói do histórico título do Campeonato Paulista 1993, o ex-centroavante Evair é um dos maiores ídolos da história do Palmeiras. Especialista na posição, o antigo goleador ainda acredita no sucesso de Miguel Borja e considera que a chegada do meia Lucas Lima pode facilitar a vida dos atacantes.

Em uma temporada irregular, Borja evoluiu na reta final e terminou com 10 gols em 43 partidas. Sob o comando do técnico interino Alberto Valentim, o colombiano concorreu pela posição no comando de ataque com Willian e Deyverson.

“Acho que é preciso dar cada vez mais condições ao Borja para que tente reeditar o que fez lá fora. Ele foi muito bem, marcou gol de tudo quanto é jeito. Então, no Palmeiras não pode ser diferente. Se tivesse que escolher um para dar essa capacidade e investir, seria o Borja”, afirmou Evair.



Independentemente da escalação, o centroavante do Palmeiras em 2018 jogará ao lado de Lucas Lima. Principal contratação do clube alviverde para a próxima temporada, o ex-camisa 10 do Santos tem na qualidade do passe uma de suas marcas.

“É um jogador que mete bem a bola, tem uma visão de jogo muito apurada e sabe cobrar faltas”, enumerou Evair, sobre Lucas Lima. “Isso faz com que os atacantes tenham mais opções e chances de gol. Acredito que eles possam se beneficiar”, completou.



Sétimo maior artilheiro da história do Palmeiras (126 gols), Evair ganhou o Campeonato Paulista (1993 e 1994), o Campeonato Brasileiro (1993 e 1994) e a Copa Libertadores (1999), além do Torneio Rio-São Paulo (1993). Durante duas passagens pelo clube, conviveu com elencos estrelados.




“Eu acho que agora há ainda mais cobrança, porque existem mais veículos de comunicação. Naquela época, também tinha muita. São situações que, dentro do Palmeiras, não mudam. Vencer é preciso e esse tipo de cobrança vai existir sempre”, afirmou.

Em 2018, a missão de comandar mais um estrelado elenco palmeirense será do ex-lateral esquerdo Roger Machado, adversário de Evair nos tempos como atleta. O ídolo alviverde, também com experiências como treinador, considera o gaúcho preparado para a empreitada.


“É um cara que esteve dentro do futebol a vida toda. Treinou o Grêmio, o Atlético-MG. São times grandes, mas o Palmeiras é aquela coisa… Ele vai sentir que a cobrança é maior, mas também vai ver que vencer dentro do clube é uma satisfação maior do que tudo”, contou Evair.

Conteúdo publicado originalmente no site Fox Sports