Publicada em 13/12/2017, às 14:37

Luan e Guerrero concorrem a prêmio de melhor das Américas em 2017

Jornal El País elege tradicional "Rei das Américas", além de formar seleção com melhores do ano: nove jogadores brasileiros e os técnicos Tite e Renato Gaúcho estão no páreo

Desde 1986, o jornal uruguaio "El País" concede o tradicional prêmio Rei das Américas ao melhor jogador do ano em todo o continente americano. Em 2017, dois atletas que atuam no Brasil estão entre os candidatos: Guerrero, do Flamengo e seleção peruana, e Luan, que foi campeão da Libertadores e está na decisão do Mundial de Clubes com o Grêmio. Além deles, os atacantes Scocco (River Plate), Lautaro Acosta (Lanús) e Benedetto (Boca Juniors) concorrem ao prêmio.

Luan e Guerrero entre os candidatos de Melhor das Américas (Foto: Reprodução)



São cinco candidatos por posição, sendo que zagueiros, volantes e meias são separados em duas categorias cada. A exemplo da última edição, além dos votos de 400 jornalistas, o público vai poder escolher seus preferidos (clique aqui para participar no site do El País). Os que receberem mais indicações formam a seleção ideal das Américas, e o campeão na enquete "Melhor Futebolista" ganha o prêmio de Rei.



Campeão da Libertadores, o Grêmio é quem soma o maior número de candidatos na eleição, com cinco: Marcelo Grohe, Geromel, Arthur, Luan - que concorre entre os atacantes e entre o melhor no geral - e o técnico Renato Gaúcho. O Corinthians, campeão brasileiro, tem quatro concorrentes; São Paulo e Flamengo têm dois; Palmeiras, Atlético-MG e Cruzeiro, um jogador cada.

Veja os candidatos, por categoria, que atuam no Brasil:



Goleiro: Marcelo Grohe (Grêmio)




Lateral-direito: Fágner (Corinthians)

Zagueiros: Geromel (Grêmio), Yerri Mina (Palmeiras) e Balbuena (Corinthians)


Lateral-esquerdo: Guilherme Arana (Corinthians) e Trauco (Flamengo)

Volantes: Arthur (Grêmio) e Hernanes (São Paulo)

Meias: Cueva (São Paulo), Cazares (Atlético-MG) e Thiago Neves (Cruzeiro)

Atacantes: Luan (Grêmio), Jô (Corinthians) e Guerrero (Flamengo)

Técnicos: Renato Gaúcho (Grêmio) e Tite (Brasil)

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte