Publicada em 12/12/2017, às 15:45

Novela entre Bruno Silva e Cruzeiro está perto do último capítulo

Negociação do jogador com o clube mineiro entra na reta decisiva e proposta foi formalizada nesta terça-feira

(Foto: Reprodução Twitter)

A novela envolvendo a negociação de Bruno Silva com o Cruzeiro pode ter nesta terça-feira o último capítulo. O empresário do jogador, Carlinhos Sabiá, deve apresentar uma proposta oficial do clube mineiro à diretoria alvinegra. O negócio vai envolver uma quantia em dinheiro e a inclusão de um jogador valores e nomes não foram revelados.

Na última segunda-feira, Bruno Silva voltou a pedir desculpas à torcida alvinegra, após provocar nova polêmica. Mesmo tendo contrato com o clube até o fim de 2018, ele gravou um vídeo que viralizou nas redes sociais. O jogador diz que "chegou ao Cruzeirão cabuloso" e não perde tempo em provocar a torcida do Atlético-MG: "Vamos atropelar."

Em entrevista ao 'SportTV', ele justificou que tudo não passou de uma brincadeira entre amigos: "Eu estava na casa da minha avó, com um primo. No fim do ano aqui fazem um jogo de Cruzeiro e Atlético. Para zoar um amigo, fiz a brincadeira, com essa possibilidade de ir para o Cruzeiro. Ele pediu para fazer o vídeo, nem pensamos que ia dar toda essa repercussão."



Ele lembrou que tem vínculo com o Botafogo e que em momento algum pensou em faltar com o respeito ao clube. "Sempre respeitei. Foi um momento de lazer, fui fazer a brincadeira. Infelizmente na rede social hoje todo mundo fica sabendo. Mas não foi provocação ao Atlético. Hoje sou jogador do Botafogo."

O volante admite que há uma negociação em andamento com o Cruzeiro e ressalta que tudo está nas mãos do seu empresário: "Eles estão conversando com o Botafogo. Mas, como falei, primeiramente não tenho culpa do interesse do Cruzeiro, fico feliz. Respeito o Botafogo. O meu empresário vai saber o que é melhor para mim, para o Botafogo, e vai resolver."



Bruno Silva disse entender o aborrecimento do torcedor alvinegro com a possibilidade de que deixe o time: "É normal querer que eu ficasse. Mas, se não der certo, volto para o Botafogo. Sou profissional. Vou fazer meu trabalho como fiz, com a mesma dedicação."




Presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira também se mostrou irritado com o vídeo: "Acho que tanto o Cruzeiro quanto o jogador deveriam falar menos e agir mais. Entrevista e Twitter não levam a nada. Que tragam o dinheiro ou desistam", disse ao site Globoesporte.com, referindo-se à multa rescisória fixada em R$ 8 milhões.

Conteúdo publicado originalmente no site O Dia