Publicada em 09/12/2017, às 16:45

Kannemann fica fora e Edílson sai mais cedo do treino do Grêmio em Al Ain

Em trabalho tático, Kaio aparece como surpresa ao lado dos titulares, mas Michel e Maicon atuam em equipe que tem Luan. Time ainda não está definido para semi

Edílson saiu do treino antes do fim (Foto: Eduardo Moura / GloboEsporte.com)

O Grêmio ainda não demonstrou força total nos Emirados Árabes. No segundo treino na cidade de Al Ain, na noite deste sábado (tarde, no Brasil), os zagueiros Kannemann, Bruno Rodrigo e Bressan ficaram fora da atividade, enquanto o lateral-direito Edílson saiu mais cedo.

A trinca de defensores até apareceu no gramado do centro de treinamentos do Al Ain, mas apenas praticou uma corrida leve. Antes do trabalho em campo iniciar, Renato Gaúcho reuniu o grupo no círculo central e avisou que o Pachuca havia vencido o Wydad Casablanca na prorrogação e se credenciado para enfrentar o Tricolor na semifinal, na próxima terça.

O técnico comandou atividade em metade do gramado, com o grupo dividido em dois, com movimentação rápida sem a bola e troca de passes intensa. O volante Ramiro, que ainda não havia treinado, atuou como curinga entre as duas equipes. O time mais próximo do titular tinha Edílson, Geromel, Cortez, Jailson, Kaio, Léo Moura, Fernandinho e Barrios.



Na formação que usava coletes brancos, ficaram Maicon e Michel, candidatos a substituírem o lesionado Arthur, e Luan. Contudo, a participação de Kaio ao lado de boa parte da escalação ideal abriu a hipótese de que o jovem possa aparecer como surpresa. Depois, Edílson deixou o treino mais cedo rumo ao vestiário. No fim, ainda houve um trabalho de finalizações. Renato jogava a bola e parte do elenco tinha que chutar de fora da área.

O Grêmio volta a treinar em Al Ain às 10h da manhã de domingo, no horário de Brasília. Nos Emirados, será 16h. Com o adversário definido, o Tricolor enfrenta os mexicanos do Pachuca na semifinal do Mundial, na terça-feira, às 15h (horário de Brasília).



Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte