Publicada em 09/12/2017, às 19:34

Bruno Silva diz que família já pede camisa do Cruzeiro: “Vontade é de jogar em Minas”

Volante aguarda apenas aval do Botafogo para se tornar jogador da Raposa em 2018

Bruno Silva tem preferência pelo Cruzeiro para a temporada 2018 (Foto: Reprodução)

Bruno Silva já tem o destino ideal traçado na cabeça: o Cruzeiro. O volante aguarda apenas o aval do Botafogo, que ficou de responder à proposta celeste, para realizar o sonho de retornar ao futebol mineiro. Natural de Nova Lima, o jogador passou pelo Villa Nova e nunca mais atuou em um clube do estado. O vínculo de Bruno com o time carioca é até o fim de 2018. As partes estudam como será feita a negociação, apenas em espécie ou com a inclusão de alguns atletas da Raposa. O Internacional é outro interessado no atleta.

Em entrevista à Rádio Itatiaia, Bruno Silva revelou detalhes curiosos sobre a negociação com o Cruzeiro. Até a família do jogador, segundo ele formada por muitos cruzeirenses, já pede camisas do clube celeste ao volante.

- Pessoal (da família) já me liga e pede camisa (do Cruzeiro). Nem tenho a camisa do Cruzeiro ainda. Se for o Cruzeiro o meu destino, ficarei muito honrado e feliz. Se eu fechar aqui, vocês verão o mesmo Bruno de 2017.



Em determinados momentos, Bruno Silva não fez rodeios e admitiu a preferência pelo Cruzeiro. O grande atrativo para o volante, além do aspecto familiar, é a oportunidade de jogar a Taça Libertadores em 2018. Ojogador atuou este ano pela primeira vez no torneio e gostou da sensação de disputar a principal competição da América do Sul.

- É um campeonato (Libertadores) que joguei pela primeira vez e gostei muito. É um estilo de jogo corrido, pegado. Acho que isso pode pesar muito no final. Sou mineiro, minha vontade é de jogar em Minas, estar perto dos meus irmãos e da minha família. Vamos resolver o que for melhor para todo mundo. O importante é isso.



- O Itair (Machado) já teve uma reunião com a diretoria do Botafogo. Sou grato ao Botafogo, mas meu sonho é jogar a Libertadores, e o Cruzeiro vai jogar a Libertadores, como joguei com o Botafogo neste ano. O Inter também entrou em contato. Se eu for para o Cruzeiro, vou ficar muito feliz. É um time multicampeão.




Posição em campo

Para quem tem dúvidas da posição que Bruno Silva poderia se encaixar no Cruzeiro, ele deixou claro que vem para atuar como volante. Assim, ele disputaria posição com jogadores como Henrique, Romero, Hudson (se continuar), Lucas Silva, Ariel Cabral e Nonoca. Porém, se atuar mais pelo direito do meio-campo, de forma avançada, Bruno poderia ocupar a faixa do campo que costuma ser de Robinho.


- Eu sou volante. Fiz seis gols no Brasileiro, oito assistências. Foram nove gols na temporada. É sinal que o meu trabalho foi bem feito. É continuar fazendo melhor do que fiz este ano. Eu me cuido. O Botafogo fez 70 jogos na temporada, joguei 60. Sou um volante que chega na frente, mas gosto de recompor. Não sou ponta, mas consigo chegar (ao ataque) e ajudar a defesa na marcação.

A condição física é outro ponto destacado por Bruno Silva. Ele chegou a revelar comentários dos colegas de Botafogo sobre como não costuma ficar fora dos jogos.

- Para eu ficar de fora de um jogo, tenho que ter uma lesão muito séria. O pessoal do Botafogo até brinca com isso.

Definição rápida

A ideia de Bruno Silva e de seu estafe é resolver o destino de 2018 o mais rápido possível.

- Eu estava conversando com o meu empresário para a gente resolver esta semana. Se eu fico em Belo Horizonte, se eu continuo no Rio ou vou para Porto Alegre.

Amigos na Toca

Bruno Silva já atuou ao lado de Robinho, Manoel e Sassá. O atacante, aliás, é bem próximo do volante e já deu dicas sobre o que ele encontrará caso venha para Belo Horizonte.

- Sou amigo do Sassá. A gente está sempre conversando. Ele já falei tudo que eu sei da estrutura do Cruzeiro, está sempre disputando o título. Vamos conversar com o Botafogo.

Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte