Publicada em 08/12/2017, às 11:26

A caminho do Corinthians, meio-campista se despede de clube e torcida. Confira

Renê Júnior chegou ao Bahia em 2016, emprestado pela Ponte Preta, onde não vinha recebendo tantas oportunidades, e se despediu do clube baiano nesta tarde

(Foto: Divulgação)

Praticamente acertado com o Corinthians, o volante Renê Júnior utilizou as redes sociais para se despedir do Bahia na tarde desta quinta-feira. Em publicação no Instagram, o jogador agradeceu ao Tricolor de Aço.

“Faço questão de deixar meu agradecimento aos torcedores por me apoiarem durante minha passagem defendendo essa camisa tão gloriosa”, afirmou Renê Júnior. “Chegou a hora de seguir meu caminho e estou motivado demais que 2018 vai ser mais abençoado ainda”, acrescentou o jogador.

Renê Júnior chegou ao Bahia em 2016, emprestado pela Ponte Preta, onde não vinha recebendo tantas oportunidades. No total fez 57 jogos e cinco gols com a camisa tricolor, e foi um dos destaques da campanha do time, que reagiu na reta final do Campeonato Brasileiro, evitou o rebaixamento e chegou à Copa Sul-Americana do ano que vem.



Além do Bahia e da Ponte Preta, o volante coleciona uma breve passagem pelo Santos em 2013. Fora do Brasil, atuou no Guangzhou Evergrande, entre 2014 e 2015.

Confira a mensagem completa do jogador:



“Salve rapaziada! Venho através deste post agradecer ao @ecbahia por me dar a oportunidade de mostrar o meu futebol e por me acolher tão bem nesses últimos meses. Quem me conhece sabe o respeito que tenho por esse clube, pelos funcionários, da Tia da cozinha ao presidente, que sempre foi leal comigo. O Bahia conquistou o meu carinho, e a torcida também. Faço questão de deixar meu agradecimento aos torcedores por me apoiarem durante minha passagem defendendo essa camisa tão gloriosa. Sabemos que no futebol, vivemos de altos e baixos, mas sempre fiz questão de trabalhar muito para, quando chegasse a hora, sair pela porta da frente, e isso é resultado de meu esforço dentro de campo. Agradeço aos meus parceiros de time, que sem eles nada disso teria acontecido. Ganhamos um título que o Bahia não ganhava há muito tempo e, por isso, acredito que tenho uma pequena participação na grandiosa história do Bahia. Chegou a hora de seguir meu caminho, mas ficarei para sempre com as boas lembranças que conquistei em Salvador. Vou atrás de novos objetivos e estou motivado demais q 2018 vai ser mais abençoado ainda, que Deus abençoe a todos. Gratidão por ter vestido essa camisa, @ecbahia. ”




Fonte: Fox Sports
Clique para ver a matéria no site fonte