Publicada em 07/12/2017, às 21:03

São Paulo vê Pratto inegociável e pede ao Cruzeiro Alisson em troca por Hudson

Tricolor e Raposa mantêm conversas para acertar negociação

São Paulo quer Alisson em troca por Hudson com Cruzeiro (Foto: Gabriel Duarte)

São Paulo e Cruzeiro conversam para acertar uma possível transferência. A Raposa quer a permanência de Hudson em Belo Horizonte, e o Tricolor toparia uma troca por Alisson.

LEIA MAIS

- Guerrero se diz indignado com suspensão: "Quero jogar já"

- Desarmes, passes e interceptações: as estatísticas de Desábato, alvo do Vasco

- Novo presidente do Santos, Peres mira técnicos, despista sobre reforços e promete metade dos jogos em São Paulo

- Em vídeo, Bruno Silva diz que chegou ao Cruzeiro, cutuca rival e agita web





Nos bastidores os paulistas dizem que aceitariam analisar um acordo nesses termos e aguardam uma resposta dos mineiros. O Cruzeiro, no entanto, nega que tenha recebido esse pedido de troca do clube do Morumbi.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



A conversa entre São Paulo e Cruzeiro teve Hudson como pauta. Os mineiros pediram um desconto no valor de 1,5 milhão de euros (aproximadamente R$ 5,8 milhões) estipulado como valor de compra, mas o Tricolor negou.

Diante disso, os dois lados passaram a conversar sobre uma possível troca. Antes de indicar Alisson, o São Paulo apontou Ariel Cabral como um nome interessante, mas ouviu resposta negativa do Cruzeiro.



A Raposa, por sua vez, também consultou o Tricolor sobre se Lucas Pratto estaria à venda. O São Paulo respondeu que se trata de um jogador inegociável. Internamente, aliás, a informação é de que o argentino é o único atleta do elenco com esse status.

Hudson, emprestado ao Cruzeiro, pertence ao São Paulo (Foto: Washington Alves/Light Press)







As conversas entre São Paulo e Cruzeiro por Lucas Pratto foram o estopim para a saída do diretor executivo Vinicius Pinotti (substituído pelo ídolo Raí). Duas pessoas relatam que a gota d'água foi um encontro do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, com Marcelo Dijan, diretor e gerente de futebol do Cruzeiro, para supostamente negociar a venda de Pratto. O atacante, aliás, também está na mira do River Plate.

Pessoas ligadas ao mandatário do Tricolor, no entanto, dizem que o encontro teve como pauta justamente o futuro de Hudson. De acordo com apuração do GloboEsporte.com, nessa reunião Dijan perguntou a Leco se o presidente aceitaria vender Lucas Pratto e ouviu resposta negativa.

Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte