Publicada em 07/12/2017, às 14:21

Rueda tem histórico recente de resultados favoráveis contra argentinos em casa

Segundo jogo da final da Copa Conmebol Sul-Americana será na próxima quarta-feira (13 de dezembro), às 21h45, no estádio do Maracanã

(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

O Flamengo perdeu a primeira partida da final da Copa Conmebol Sul-Americana por 2 a 1 para o Independiente, nesta quarta-feira (6 de dezembro), no estádio Libertadores da América. Apesar do resultado, o Flamengo tem um trunfo nas mãos, o técnico Reinaldo Rueda tem um bom retrospecto em decisões diante de times argentinos.

LEIA MAIS

- Diego abre o jogo sobre relação com o Flamengo e diz se voltaria ao Santos

- Carpegiani entra na mira do Fla para ser o coordenador técnico em 2018

- Jornal espanhol questiona chances dadas para Vinicius Jr no flamengo

- 'Procura-se um 9': Rueda define como prioridade a chegada de um atacante

- Leia mais notícias sobre Flamengo em www.futnet.com.br/flamengo




Desde 2016, o colombiano, que comandava o Atlético Nacional, enfrentou oito vezes equipes da Argentina. Ganhou quatro confrontos, empatou dois e perdeu outros dois. Neste ano, foram dois compromissos diante do Estudiantes na fase de grupos da Conmebol Libertadores Bridgestone: derrota em La Plata por 2 a 1, e vitória em Medellín por 4 a 1.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



No ano passado, Rueda conquistou a principal competição continental e enfrentou dois times no caminho. Na fase de grupos e nas oitavas, o rival foi o Huracán, e o Nacional levou a melhor com duas vitórias e dois empates. Nas quartas, o adversário foi o Rosario Central, que venceu na Argentina por 1 a 0. Na volta, o herói foi Orlando Berrío, hoje no Flamengo, que fez o último gol da vitória por 3 a 1.

Fonte: Fox Sports
Clique para ver a matéria no site fonte