Publicada em 07/12/2017, às 10:33

Mais um de saída? São Paulo não deve renovar com atleta titular durante boa parte do ano

Tricolor Paulista havia decidido não renovar com goleiro que encerra contrato em 28 de maio

(Foto: Maurício Rummens/Foto Arena)

Renan Ribeiro não deve ficar no São Paulo em 2018. Nos últimos dias, o clube do Morumbi havia decidido não renovar com o goleiro, cujo contrato vai até o dia 28 de maio. Assim, o Tricolor ficaria apenas no aguardo de propostas oficiais de outras equipes.

LEIA MAIS

- Higuita ou Sidão? Com cabelo tricolor, goleiro do São Paulo desafia Ronaldinho

- Especulado em São Paulo e Vasco, Diego Souza despista sobre futuro: "É o sonho do meu filho"

- Arboleda festeja ano individualmente positivo e espera títulos em 2018

- Conversas pelo retorno de Maidana seguem travadas no São Paulo

- Leia mais notícias sobre São Paulo em www.futnet.com.br/saopaulo




No entanto, com o repentino pedido de demissão de Vinicius Pinotti do cargo de diretor-executivo de futebol, ainda há uma pequena chance de Renan seguir no São Paulo. Isso porque um dos motivos para a saída do dirigente eram as divergências com o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, no modo de conduzir as negociações.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



Sem Pinotti, Leco e o advogado Alexandre Pássaro, além do diretor adjunto Fernando Bracalli Chapecó, estarão à frente das próximas decisões do clube relacionadas ao departamento de futebol. Nesse novo cenário, Renan poderia ganhar uma sobrevida no Tricolor, algo que não deve acontecer tendo em vista as preferências do técnico Dorival Júnior.

Aos 27 anos, Renan Ribeiro foi titular nas primeiras oito partidas sob o comando de Dorival, mas não agradou ao treinador e acabou preterido logo em seguida para a entrada de Sidão. O camisa 12 aproveitou a oportunidade e se destacou com grandes atuações, assumindo a posição nos últimos 18 jogos do ano.



Além disso, pesa contra Renan o fato de o São Paulo estar na iminência de contratar o goleiro Jean, do Bahia. Ambos os clubes já têm um acordo verbal, que deverá ser passado ao papel após as eleições no clube nordestino, marcadas para o dia 9 de dezembro.

Isso posto, a permanência de Renan Ribeiro deixou de ser prioridade no planejamento de 2018, quando Dorival deverá contar com Sidão, Jean e Lucas Perri em seu quadro de goleiros, além de outro atleta da base – possivelmente Lucas Batata.





Revelado pelo Atlético-MG, Renan Ribeiro defende o Tricolor desde maio de 2013 e demorou quase duas temporadas para estrear. No meio deste ano, chegou a receber uma proposta de renovação até 2021, mas não houve acerto salarial com a diretoria. Após perder a titularidade, em agosto, iniciou um tratamento para se recuperar de uma tendinite no joelho direito e terminou 2017 fora da lista de relacionados das partidas.

Fonte: Fox Sports
Clique para ver a matéria no site fonte