Publicada em 06/12/2017, às 15:34

Pratto e Hudson: São Paulo endurece negociações com o Cruzeiro

(Foto: Divulgação)

os últimos dias foi divulgado o contato do Cruzeiro pelo atacante Lucas Pratto. A Gazeta Esportiva apurou que, embora a diretoria celeste siga negando, ainda existe o sonho de contar com o jogador. Por outro lado, o Cruzeiro tem dificuldades financeiras para seguir com o volante Hudson em seu elenco.

LEIA MAIS

- Guerrero se diz indignado com suspensão: "Quero jogar já"

- Desarmes, passes e interceptações: as estatísticas de Desábato, alvo do Vasco

- Novo presidente do Santos, Peres mira técnicos, despista sobre reforços e promete metade dos jogos em São Paulo

- Em vídeo, Bruno Silva diz que chegou ao Cruzeiro, cutuca rival e agita web





A Raposa segue negociando com o São Paulo por Hudson. O Tricolor deseja receber a totalidade da multa de 1,5 milhão de euros (R$5,6 milhões). Já o Cruzeiro tenta uma conversa para reduzir o valor.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



Há poucos dias a Raposa tentou reduzir o valor usando o lateral-esquerdo Edimar. No entanto, o São Paulo usou a cláusula contratual e garantiu a permanência do jogador. Agora o Cruzeiro tenta uma proposta envolvendo seus 25% do atacante Lucca – que interessa ao clube, mas ainda requer negociação entre os clubes paulistas.

Hudson é considerado peça importante do esquema do técnico Mano Menezes para a Copa Libertadores de 2018. Assim como o treinador também quer um atacante de área, mas com velocidade e mobilidade e o nome ideal é Lucas Pratto.



A conta, porém, não fecha. O Cruzeiro busca negociação para ter Hudson, pensando, inclusive, em compor os tratos com outros atletas. Por outro lado, com o sonho e uma proposta encaminhada direto para o atacante argentino que custou até agora 6 milhões de euros para o Tricolor.

Vale destacar que o São Paulo ainda terá de pagar no início de 2018 mais 1,5 milhão de euros. De acordo com o contrato, em três anos o time paulista deverá comprar o restante do passe do atleta, dando um total de 12 milhões.





O São Paulo não gostou nada do Cruzeiro conversar direto com os agentes do jogador. A diretoria paulista, inclusive, acusou o time mineiro de aliciamento e prometeu ir à FIFA. A situação foi resolvida nos bastidores.

Fonte: Gazeta Esportiva
Clique para ver a matéria no site fonte