Publicada em 06/12/2017, às 15:04

De contrato novo, Alison comemora ‘volta por cima’ no Santos

(Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

Alison começou 2017 convivendo com incertezas no Santos. Preterido com o técnico Dorival Júnior, o volante disputou o Paulistão pelo Red Bull Brasil, voltou ao Peixe em maio e já começava a procurar um novo clube para atuar no restante da temporada. Porém, após a demissão do treinador, o jogador de 24 anos ‘renasceu’ no clube.

LEIA MAIS

- Novo presidente do Santos, Peres mira técnicos, despista sobre reforços e promete metade dos jogos em São Paulo

- Inter arranca empate do Santos e leva título do Brasileiro de Aspirantes

- Santos tem Zé Ricardo como favorito, mas técnico não pretende deixar o Vasco

- Bombou! Após se despedir do São Paulo, Gilberto desperta o interesse de gigante da Série A

- Leia mais notícias sobre Santos em www.futnet.com.br/santos




Com a chegada de Levir Culpi, demitido no fim de outubro, Alison assumiu a titularidade da equipe, ganhou posição de destaque e foi mantido com Elano. As boas atuações fizeram o volante ter seu contrato renovado até dezembro 2022. Anteriormente, ele tinha vínculo até junho de 2018 e dificilmente permaneceria. Em uma publicação no Instagram, o ‘Pitbull’ comemorou o ótimo momento.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



“A temporada chegou ao final e não posso encerrar este ano sem agradecer os meus companheiros e a torcida do Santos, que me apoiou durante toda a nossa campanha no Brasileirão, Copa do Brasil e na Libertadores. Pessoalmente, pude dar a volta por cima e atingir marcas muito especiais, como ultrapassar os 100 jogos vestindo a camisa do Peixe. Agradeço também, aos companheiros do RB Brasil pela experiência vivida no início do ano. Tenho certeza que no ano que vem, nós continuaremos trabalhando forte para ganhar os títulos que o Santos merece. Mais uma vez, muito obrigado por tudo! Um Feliz Natal a todos e um excelente 2018”, escreveu Alison.

Alison foi revelado nas categorias de base do Peixe em 2011 e foi promovido ao elenco profissional definitivamente após ganhar a Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2013. Nesta temporada, o camisa 5 participou de 30 jogos e marcou dois gols.



Fonte: Gazeta Esportiva
Clique para ver a matéria no site fonte