Publicada em 06/12/2017, às 14:15

Botafogo faz jogo duro por Bruno Silva: "Não temos interesse em negociá-lo"

Em entrevista ao programa "Central do Mercado", do SporTV, presidente do Botafogo diz que volante está nos planos do clube, mas vai ouvir o que Inter e Cruzeiro têm a oferecer

(Foto: Bruno Giufrida)

A posição do Botafogo é clara: não vai facilitar a saída de Bruno Silva para Cruzeiro ou Inter, clubes interessados no jogador. O volante tem mais um ano de contrato e está nos planos do Alvinegro. O que não significa que o clube carioca ouvirá o que os interessados têm a oferecer.

LEIA MAIS

- Em vídeo, Bruno Silva diz que chegou ao Cruzeiro, cutuca rival e agita web

- Média de 23 anos e 'reforços' da base: os zagueiros do Botafogo para 2018

- Bruno Silva diz que família já pede camisa do Cruzeiro: “Vontade é de jogar em Minas”

- Bruno Silva faz balanço pessoal e coletivo de 2017: 'Fizemos história'

- Leia mais notícias sobre Botafogo em www.futnet.com.br/botafogo




- O futuro do Bruno Silva está definido, pois ele tem contrato com o Botafogo até 31 de dezembro de 2018. Qualquer coisa que possa vir ao longo nesse período de negociações, temos que aguardar. Temos dois clubes interessados no atleta, que é um jogador de muita qualidade, extremamente importante para o Botafogo. O Botafogo não tem interesse em negociá-lo, mas vamos aguardar o que esses clubes vão nos apresentar – disse o presidente Carlos Eduardo Pereira, em entrevista por telefone ao programa “Central do Mercado”, do SporTV.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



O Botafogo reuniu-se ontem com Inter e Cruzeiro no Rio de Janeiro. Os interessados não ofereceram dinheiro, mas disponibilizaram listas com atletas que não estão sendo aproveitados. Em um primeiro momento, nenhum deles empolgou. Ao Colorado, por exemplo, o Alvinegro manifestou o interesse em William Pottker.

Desgastado com a torcida por conta das notícias sobre uma possível saída, Bruno Silva acha que a melhor solução, no momento, é mudar de ares. A multa do jogador é de R$ 20 milhões, mas o Botafogo tem apenas 40% dos direitos econômicos de Bruno. Mesmo assim, nenhuma das partes cogita pagar R$ 8 milhões para tirar o atleta de General Severiano.



Fonte: GloboEsporte
Clique para ver a matéria no site fonte