Publicada em 05/12/2017, às 19:52

Prioridade! Vasco quer Wellington e espera por solução com o São Paulo

Volante aparece como principal nome para seguir no Cruz-Maltino em 2018 dos nomes que estão por empréstimo e que precisam de conversas com outros clubes. Salário é entrave

(Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

A diretoria do Vasco começou a avaliar as prioridades na montagem do elenco para 2018. Neste primeiro momento, a cúpula cruz-maltina quer resolver as renovações e dispensas. Dos nomes que estão no elenco por empréstimo acabando neste fim de 2017 e que necessitam de conversas com outros clubes, o LANCE! apurou que o principal interesse da comissão liderada por Zé Ricardo é para contar com o volante Wellington.

Wellington pertence ao São Paulo, com acordo até agosto do próximo ano, podendo seis meses antes assinar um pré-contrato. O LANCE! apurou com fontes ligadas ao time paulista que garantiram que não irão fazer esforço para ter o volante de volta. O que pesa, entretanto, é a forma do vínculo. Hoje, o Vasco não arca com 100% dos salários de Wellington – divide com o próprio Tricolor. O Cruz-Maltino deve pagar na totalidade.

Vale lembrar também que Wellington não tem clima pra voltar a vestir as cores do São Paulo. O volante, de 26 anos, teve problema de relacionamento no passado e chegou a questionar a permanência no banco com Rogério Ceni. No Vasco a situação é oposta. Cresceu de produção com Zé Ricardo, assumiu a responsabilidade no meio nos últimos meses e foi nome essencial no time titular na conquista da classificação à Conmebol Libertadores.



Uma definição no caso deve acontecer até o Natal. O próprio Wellington tem vontade em permanecer em São Januário, onde se sente bem, tem o carinho do torcedor e se entregou neste fim de ano de uma forma surpreendente – se emocionou, por exemplo, na conquista da vaga ao torneio sul-americano no último fim de semana. Com a camisa do Vasco, o volante entrou em campo em 26 oportunidades, com 12 vitórias, nove empates e apenas cinco derrotas.

Fonte: Lance!
Clique para ver a matéria no site fonte