Publicada em 24/11/2017, às 15:55

Internacional recebe o Guarani também torcendo por “tropeço alheio”

Somente ganhar em seus domínios na última rodada da Série B já não é mais suficiente para ficar com a taça

(Foto: Eduardo Carmim/ Photo Premuim)

O passo final para que o Internacional feche seu ano com chave de ouro está próximo. Mais precisamente amanhã (25) às 17h30 contra o Guarani no Beira-Rio, o clube gaúcho ainda pode alimentar chances de título no Brasileirão da Série B apesar de não depender somente dos seus esforços.

Tendo perdido a liderança que manteve por boa parte da competição para o América-MG, a atual diferença de dois pontos a favor do Coelho faz com que o Colorado precise superar a equipe de Campinas e torcer por algum tropeço dos mineiros contra o CRB no Independência.

Depois de se livrar da degola na última rodada ao empatar sem gols com a Luverdense, o Bugre pode usar a rodada derradeira muito mais para análises visando o ano de 2018 do que propriamente almejando algum objetivo mais ambicioso.



Os desfalques do Inter estão mais calcados no setor ofensivo, já tendo a certeza de não contar com o suspenso Leandro Damião e tendo sérias dúvidas sobre a condição física de Eduardo Sasha.

Por outro lado, o zagueiro Vitor Cuesta, que tinha poucas chances de voltar a jogar ainda em 2017, treinou nas últimas atividades do CT Parque Gigante e deve reforçar a zaga do time dirigido mais uma vez pelo interino Odair Hellmann.



Já do lado paulista, o veterano Fumagalli não viaja a Porto Alegre e deve fazer com que Luiz Fernando exerça a função de meia centralizado. Outros dois nomes que aparecem como novas caras dirigidas por Lisca são as do lateral-direito Bruninho e do zagueiro Philipe Maia, estando o último de volta após um longo tempo de recuperação de cirurgia no joelho.




Prováveis escalações

Internacional: Danilo Fernandes; Claudio Winck, Victor Cuesta, Thales e Uendel; Edenílson, Rodrigo Dourado, D’Alessandro, Willian Pottker e Camilo; Nico López.


Técnico: Odair Hellmann.

Guarani: Vagner; Bruninho, Phelipe Maia, Jussani e Salomão; Baraka, Evandro, Denner, Luiz Fernando e Richarlyson; Bruno Mendes.

Técnico: Lisca.

Fonte: Futebol Latino
Clique para ver a matéria no site fonte