Publicada em 22/11/2017, às 11:47

Jornalista avalia contratação de Roger pelo Internacional: "Boa alternativa ao Damião"

Na opinião de Diogo Olivier, o elenco colorado é muito fraco tecnicamente e pouco equilibrado: "Se não se qualificar, vai sofrer demais na Série A do ano que vem"

Diogo Olivier: "O Inter contrata o Roger para ser uma alternativa ao Damião" (Foto: Vitor Silva / SSpress / Botafogo)

Com o acesso está garantido, o Internacional começa a planejar o time para 2018 e, antes mesmo do encerramento da Série B, encaminha os primeiros reforços, como o atacante Roger, do Botafogo, praticamente acertado. Para o jornalista Diogo Olivier, a notícia é um bom presságio para os torcedores, que sofriam da "Damiãodependência".

Segundo o comentarista da RBS TV, um dos maiores problemas do Inter, durante a Série B, foi a queda de desempenho sem a presença do centroavante Leandro Damião. A contratação de Roger, artilheiro do Alvinegro carioca na Série A, com dez gols, vem para suprir essa dependência. O jornalista também lembrou a possível venda do atacante Pottker para o futebol chinês.

- O Inter, antes de terminar o campeonato, percebe que tem que se qualificar, porque se não vai sofrer demais no ano que vem. A contratação do Roger vem por isso. Todas as vezes que o Inter não teve o Damião, o time praticamente não teve ataque. Não tinha presença de área, não tinha um jogador que finalizasse. O Inter contrata o Roger para ser uma alternativa ao Damião, ou ser uma alternativa junto com o Pottker no ataque. Tem uma informação, que o Inter não confirma, de que os chineses poderiam fazer uma proposta pelo Pottker e o Inter teria recursos para investir no ano que vem. O fato é que a contratação do Roger vem porque o Inter é muito carente. Se o Inter não se qualificar, e o Roger é um bom reforço, vai sofrer demais na Série A do ano que vem - afirmou, em participação no "Redação SporTV".



O jornalista do SporTV Carlos Cereto disse que a contratação de Roger pelo Internacional foi o "terceiro chapéu" dos colorados no Corinthians neste ano. O comentarista lembrou a negociação com o atacante Pottker e a tentativa de troca do meia Giovanni Augusto por Valdívia.

- O Corinthians toma mais um chapéu do Internacional neste ano. É o terceiro chapéu. Tomou um na contratação do Pottker, estava quase tudo certo entre Corinthians e Pottker, depois o Inter foi lá e contratou. Aí tentou mandar o Giovanni Augusto para o Internacional para trazer o Valdivia e não conseguiu. O Giovanni Augusto não quis ir, um chapéu do Giovanni Augusto no Corinthians. E agora, o Roger. O presidente do Corinthians havia dito que tinha feito uma proposta pelo Roger para ter uma alternativa ao Jô. Então, o Corinthians toma mais um chapéu do Internacional.



O Internacional recebe o Guarani no próximo sábado, dia 25, no Beira-Rio, às 17h30, pela última e decisiva rodada da Série B.




Fonte: Sportv
Clique para ver a matéria no site fonte