Publicada em 14/11/2017, às 23:14

Rodrigo Dourado ressalta “conquista do objetivo” e analisa críticas

Volante formado nas categorias de base do clube gaúcho comentou sobre conquista do acesso e protestos do torcedor no apito final

(Foto: Ricardo Duarte)

Finalmente o torcedor do Internacional pode se dizer livre do martírio da Série B após o empate dessa noite contra o Oeste em 0 a 0 na Arena Barueri. Entretanto, nem tudo é motivo para absoluta celebração, principalmente para alguns presentes no estádio.

Leia mais: Brasil de Pelotas vence o ABC e se garante na Série B de 2018
Inter, com desempenho econômico, garante acesso a Série A

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



Logo depois que Péricles Bassols deu o apito final, um misto de comemoração e vaias pôde ser ouvido, indicando que o torcedor Colorado segue na bronca com o futebol apresentado na competição.

Em entrevista, o volante Rodrigo Dourado, cria do clube e uma das figuras de melhor relação com a torcida, afirmou que entende os apontamentos da torcida pela dimensão do clube:

“O Inter é muito grande, nós jogadores estávamos sendo muito cobrados pelo acesso. A torcida quer que a gente sempre ganhe e dê espetáculo. Acho que fizemos um grande jogo, no último lance poderia ter saído o gol da vitória que seria importante para brigar pelo título, mas o importante era o acesso e conquistamos.”



Sobre o sentimento de estar novamente na elite do futebol brasileiro, o jogador não poupou elogios e ressaltou que o Colorado ainda pode chegar a conquista da taça:

“Estou muito feliz. Sabíamos que ia ser um jogo muito difícil, o Oeste também está brigando pela vaga e nós viemos de tropeços no final do campeonato, mas o importante é o objetivo conquistado. A direção, a comissão técnica, acho que está todo mundo de parabéns, merecíamos o campeonato todo essa vaga. Agora temos mais dois jogos ara buscar o título também.”

Fonte: Lance!
Clique para ver a matéria no site fonte