Publicada em 12/11/2017, às 14:34

Prestes a subir, Inter repete desfecho de 2016 e acaba ano com técnico tampão

Direção demitiu Guto Ferreira após empate em 1 a 1 com o Vila Nova e deixará Odair Hellmann no cargo nas últimas três rodadas. No ano passado, Lisca ficou no mesmo período

Odair comandará o Inter nas últimas três rodadas da Série B (Foto: Ricardo Duarte / Inter, DVG)

Apesar do acesso iminente à Série A, a crise bateu à porta do Beira-Rio. A três rodadas do fim da segunda divisão e na vice-liderança, o Inter decidiu dar prosseguimento à sequência de trocas frequentes no comando técnico após o empate em 1 a 1 com o Vila Nova na tarde de sábado, no Beira-Rio. Assim como ocorreu no fatídico 2016, quando teve sacramentada o primeiro rebaixamento de sua história, terminará a temporada com um treinador tampão.

A quarta partida sem vitória, com três empates e uma derrota no período, acabou com a passagem de Guto Ferreira pelo clube gaúcho. Após o jogo, a direção, liderada pelo presidente Marcelo Medeiros e o vice de futebol Roberto Melo, anunciou a decisão e informou que o auxiliar Odair Hellmann será o comandante da equipe nos últimos três compromissos da competição. Enquanto isso, a cúpula começa a pensar em quem será o responsável por iniciar o trabalho à frente da equipe em 2018.

O cenário é o mesmo do ano passado. Em meio à série de resultados negativos no fim do Brasileirão, o departamento de futebol, então encabeçado por Fernando Carvalho, tentou uma última cartada. Após o empate em 1 a 1 com a Ponte Preta no Beira-Rio, na 35ª rodada, Celso Roth acabou alijado do cargo. Lisca foi contratado para tentar salvar o Inter, mas não obteve sucesso.



A missão de Odair é mais simples. Só precisa de um empate com o Oeste na terça-feira, em Barueri, para garantir o tão almejado acesso. Com o objetivo alcançado e sem pressão de lutar pela vaga, o interino terá a tranquilidade para duelar pelo título da Série B com o América-MG, que ultrapassou o Colorado, confirmou o acesso e agora é líder.

"O Odair, quando saiu o Zago, contra o Palmeiras, naquela partida da Copa do Brasil, foi muito bem. Depois do campeonato vamos pensar no treinador para o ano que vem" (Roberto Melo, vice de futebol)



Esta não será a primeira vez que Odair treinará o Inter. Neste ano, o auxiliar esteve à frente da equipe na vitória por 2 a 1 sobre o Palmeiras, no segundo jogo das oitavas de final da Copa do Brasil. O resultado, apesar de positivo, foi insuficiente para a sequência gaúcha na competição por ter perdido o primeiro duelo por 1 a 0. Antes, em 2015, também comandou o time entre a saída de Diego Aguirre e a chegada de Argel Fucks, quando sofreu a goleada por 5 a 0 do Grêmio e superou o Fluminense por 1 a 0.




Membro da comissão permanente do clube, Odair está no grupo principal desde 2013, pinçado por Dunga. Conhecido como "Papito" no vestiário, costuma comandar os treinos em diversas oportunidades. É enérgico nas atividades, mas sabe a hora de dosar e incentivar os pupilos. Também foi auxiliar no ouro da Seleção nos Jogos Olímpicos de 2016.

Enquanto não chega o sucessor, Odair buscar recolocar o Inter na Série A. Na próxima rodada, o time enfrenta o Oeste. A partida será disputada nesta terça-feira, às 20h30, na Arena Barueri, em Barueri. O Colorado é o segundo na tabela, com 64 pontos, dois atrás do América-MG.


Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte