Publicada em 10/11/2017, às 20:07

Mancha critica 'coletiva da união' e promete 'infernizar' jogadores

Após coletiva em que jogadores pediram apoio da torcida na reta final do ano, organizada divulga nota avisando que vai apoiar durante os 90 minutos, mas prometendo cobranças

Mancha promete protesto em frente à Academia no domingo - (FOTO: Fellipe Lucena)

A Mancha Alviverde, principal organizada do Palmeiras, divulgou nota ironizando a "coletiva da união" promovida pelos jogadores e pelo técnico Alberto Valentim nesta sexta-feira. A torcida respondeu aos pedidos de apoio feitos pelo elenco garantindo incentivo durante os 90 minutos de jogo, mas avisou que vai "infernizar" os atletas até o fim do Brasileiro.

"Coletiva da união, ou melhor, tiração! Qual o motivo que a união da coletiva não se reflete em em campo? Já sabemos os segredos: Jogadores que em 2017 foram eliminados do Paulista, Copa do Brasil, Libertadores e pipocaram no Brasileirão; Diretor estrela que só pensa em comissão e negociatas; Um presidente banana e sem pulso. Podem ficar tranquilos, durante os 90 minutos vamos cantar e apoiar o PALMEIRAS. E até o final do Brasileiro vamos infernizar vocês", diz o texto publicado no Facebook da Mancha.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



A organizada avisou mais cedo que irá até a porta da Academia de Futebol no domingo, antes do jogo contra o Flamengo, às 17h, no Allianz Parque, para fazer cobranças. Nenhum dos jogadores citou este protesto durante a coletiva desta sexta. Todos fizeram elogios aos palmeirenses que têm lotado estádios nos últimos anos e pediram para que o apoio continue.

Fonte: Lance!
Clique para ver a matéria no site fonte