Publicada em 08/11/2017, às 11:00

De líder do returno a pior momento no BR: a falta que Roger fez ao Bota

Desde a saída do atacante, Alvinegro disputou sete jogos no Brasileirão e venceu só dois. Apesar de estagnado na tabela, o Glorioso vê rendimentos coletivo e individual caírem

(Foto: Reprodução/Twitter)

Com um gol aos 11 do segundo tempo na vitória de 3 a 2 sobre o Coritiba, no Couto Pereira, o atacante Roger se 'despedia' temporariamente do Botafogo, para tratar um tumor no rim. Com dez tentos na competição, o Rajada deixava o time de Jair Ventura no G6 e na liderança do returno, com 40 pontos. Em breve, porém, o camisa 9 pode retornar ao grupo e, quem sabe, devolver os bons dias.

Na última terça-feira, ele voltou aos treinos no Nilton Santos. Por ora, planeja se dedicar muito e, quem sabe, jogar as últimas rodadas. O DM ainda não dá um prazo de retorno do jogador, que pode nem ficar para 2018, cobiçado por outros times, mas ele não deixa de sonhar.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



Sete rodadas se passaram desde então e o Botafogo só venceu dois jogos (Chapecoense e Corinthians), caiu duas posições no returno, manteve-se em sexto e só somou oito pontos. O ataque não deixou a desejar. É verdade, tanto que os seus substitutos naturais (Brenner e Tanque) cresceram. O primeiro marcou quatro vezes. Já o menino das categorias de base marcou uma vez, contra a Chape. No entanto, o saldo de gols ficou negativo (-1).

Para facilitar a ilustração, o LANCE! dividiu os 32 jogos do Glorioso no Campeonato Brasileiro em quatro blocos de oito partidas. No último grupo, claro, constam as sete sem o atacante e mais a vitória sobre o Coxa. No período, foram somados apenas onze pontos - a pior do quarteto - e o Botafogo ficou com o saldo zerado.

Má fases de jogadores importantes
Não só os números ilustram que a falta de Roger coincide com o pior momento do time no Brasileirão. Nesta reta final, com força máxima, o Botafogo vê algumas peças importantes caírem de rendimento.

O volante Bruno Silva, por exemplo, vê o questionamento da torcida crescer junto com o interesse do Cruzeiro. Não à toa, ele foi um dos mais perseguidos no desembarque após o empate com o Avaí.

O goleiro Gatito Fernández falhou no último sábado, na derrota para o Fluminense, e no triunfo sobre o Corinthians. Igor Rabello, um dos 'culpados' pela eliminação para o Grêmio, também caiu de rendimento. Contra o Corinthians, embora tenha marcado um gol, cometeu um pênalti no último minuto, que poderia ter complicado o Bota.

Confira os detalhes abaixo:

Primeiro bloco de oito jogos: 12 pontos/ 9 gols pró/7 gols contra
Grêmio 2 x 0 Botafogo
Botafogo 2 x 0 Ponte Preta
Botafogo 1 x 0 Bahia
Flamengo 0 x 0 Botafogo
Santos 1 x 0 Botafogo
Botafogo 2 x 2 Coritiba
Vitória 2 x 2 Botafogo
Chapecoense 0 x 2 Botafogo

Segundo bloco de oito jogos: 12 pontos/7 gols pró/ 6 gols contra
Botafogo 3 x 1 Vasco
Botafogo 0 x 2 Avaí
Corinthians 1 x 0 Botafogo
Botafogo 1 x 1 Atlético-MG
Fluminense 0 x 1 Botafogo
Botafogo 2 x 1 Sport
Atlético-PR 0 x 0 Botafogo
Atlético-GO 0 x 0 Botafogo

Terceiro bloco de oito jogos: 13 pontos/ 12 gols pró/9 gols contra
Botafogo 3 x 4 São Paulo
Botafogo 1 x 2 Palmeiras
Cruzeiro 0 x 0 Botafogo
Botafogo 1 x 0 Grêmio
Ponte Preta 2 x 1 Botafogo
Bahia 1 x 2 Botafogo
Botafogo 2 x 0 Flamengo
Botafogo 2 x 0 Santos

Quarto bloco de oito jogos (sete sem Roger) 11 pontos/11 gols pró/11 gols contra
Coritiba 2 x 3 Bota
Botafogo 2 x 3 Vitória
Botafogo 2 x 1 Chapecoense
Vasco 1 x 0 Botafogo
Avaí 1 x 1 Botafogo
Botafogo 2 x 1 Corinthians
Galo 0 x 0 Botafogo
Botafogo 1 x 2 Fluminense

Fonte: Lance!
Clique para ver a matéria no site fonte

Leia Mais
- Inter faz proposta e se aproxima de acerto com Roger como reforço para 2018
- Está chegando a hora: entenda o sistema eleitoral do Botafogo
- Jair vê equilíbrio no Pacaembu e mantém otimismo por vaga na Libertadores
- Rodrigo Lindoso afirma: 'A fase é difícil, mas vamos superá-la'
- Leia mais notícias sobre Botafogo em www.futnet.com.br/botafogo

Mais sobre - Botafogo