Publicada em 07/11/2017, às 18:20

Rueda vê Flamengo sem pontaria e lamenta não ter artilheiros como Henrique Dourado, Pratto e Jô

Durante entrevista coletiva no Ninho do Urubu, nesta terça-feira (7 de novembro), comandante rubro-negro admitiu problemas para atuar sem um centroavante e ressaltou que goleadores rubro-negros não marcaram tanto em 2017

(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Sem Guerrero por tempo indeterminado, o Flamengo deposita as fichas em Felipe Vizeu e Lincoln na função de centroavante, pelo menos até o fim deste ano. E a falta de um artilheiro no Brasileirão, mesmo com a presença do peruano, vem incomodando o técnico Reinaldo Rueda. E o próprio falou abertamente sobre o assunto no CT do Ninho do Urubu.

Nesta terça-feira (7 de novembro), o comandante colombiano foi o responsável por conversar com os jornalistas. Durante os questionamentos, lamentou muito ter enfrentado o Grêmio com muitos desfalques. E todos os problemas acabam afetando o rendimento do time na hora de fazer gols, algo que tira o sono de Rueda nesta temporada:

"Não é fácil jogar sem cinco jogadores titulares. Qual equipe joga sem Juan, Réver, Diego, Berrío e Paolo? E tivemos 70 min ganhando e jogando bem. O que tem que fazer para ganhar? Não é fácil jogar sem goleador. O maior artilheiro no Brasileiro nosso é o Diego, com oito gols. Paolo tem seis. Há times no Brasileirão que têm artilheiros como o Dourado, que fez 30 gols pelo Fluminense neste ano, Pratto pelo São Paulo, Jô em Corinthians. Nós não temos esse goleador de 20, 30 gols", explicou Rueda.



O próximo compromisso do Flamengo será contra o Cruzeiro, nesta quarta-feira (8), na Ilha do Urubu. Para a partida, Felipe Vizeu comandará o setor ofensivo da equipe, com Lincoln aparecendo pela primeira vez no banco de reservas como opção.





Fonte: Fox Sports
Clique para ver a matéria no site fonte