Publicada em 06/11/2017, às 19:51

Vasco acusa Felipe de ligar para o elenco e tentar boicotar; ex-jogador nega

Ex-jogador, que é da chapa do candidato Julio Brant, nega que tenha telefonado aos atletas e diz que a atitude do vice Eurico Brandão é com a intenção de tumultuar a eleição

Euriquinho acusa o ex-meia Felipe de ligar para os jogadores e sugerir um boicote (Foto: Fred Huber)

Um dia antes da eleição para o próximo triênio no Vasco, Eurico Brandão, o Euriquinho, conversou com a imprensa em São Januário. O vice de futebol do Cruz-Maltino atacou o ex-jogador Felipe, que faz parte da chapa do candidato Julio Brant. Segundo Euriquinho, o ex-meia ligou para os atletas do elenco sugerindo boicote e incentivando a não ganhar os jogos.

- Não há clube que resista. Ex-atleta que liga para os jogadores para boicotar, colocar todos contra todos dentro do clube. Incentiva a não ganharem dos jogos. Como o clube sobrevive a isso? Tenho plena convicção que o presidente vai ser reeleito amanhã. De repente o departamento de futebol tem um respiro, um alívio. O que acontece aqui é coisa de outro mundo. (...) No futebol acabamos sabendo de tudo. Muitos atletas receberam ligações, outros se reuniram. Os que estavam vindo receberam ligações para não virem. O ex-atleta que fez isso é o Felipe - afirmou o dirigente.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



O ex-jogador se pronunciou sobre a acusação feita por Euriquinho e disse que as declarações do vice de futebol são falsas.

“Minha vitoriosa carreira no Vasco foi conquistada com muito trabalho e dedicação. Meu caráter é uma herança de minha família e da minha formação como atleta nas divisões de base do Vasco. Minha imagem é o meu maior patrimônio, como ex atleta, ídolo, profissional do futebol e pai de família. Os inúmeros títulos que conquistei no Vasco são o meu orgulho. Portanto, repudio, veementemente, as declarações FALSAS que essas pessoas insistem em utilizar para tumultuar o processo eleitoral do Vasco a partir do momento que me posiciono a favor da renovação e da transparência.

Também não é novidade esse tipo de ataque, afinal é uma tática comum que usam em épocas de eleição. A minha história é a certeza que esses comentários maldosos e sem credibilidade não refletem a verdade. Por fim, peço para que o vascaíno reflita e veja que tentam engana-lo ao colocar a culpa na mentira. Não assumir a responsabilidade é a arma da incompetência.



Saudações Vascaínas.”

Em sua tréplica, Euriquinho, se referindo a Edmundo, que também é da chapa de Brant, e ao ex-empresário de Felipe, Reinaldo Pitta, voltou a atacar o Maestro.

- O caráter dele deve ser avaliado somando os anos de cadeia de quem está ao lado dele.

Depois de acusar o ex-meia, Euriquinho seguiu com a coletiva. Segundo ele, a ligação de Felipe não afetou em nada o desempenho dos jogadores no último domingo. Além de atacar o ex-atleta, Euriquinho também criticou a oposição, mas sem citar nomes desta vez.

- Os atletas demonstraram dentro de campo. Mas aí tem que colocar técnico para conversar, jogador na frente um do outro para
eliminar fofoca. O cara que pretende assumir diz que o Vasco está falido e não vai pagar ninguém. Desespero absoluto.

Veja outros tópicos da entrevista coletiva do vice de futebol do Vasco:

Conteúdo da conversa

Os atletas foram leais nos dizendo o que houve. Não sabemos detalhes do que foi dito, mas sabemos que foi para jogar uma pressão, colocar um contra o outro. (...) Eu acredito que o futebol é muito mais mental do que outra coisa. Isso influencia demais no jogo. Eu gosto de fazer minhas afirmações conversando com todos para chegar a uma conclusão.

Foco na Libertadores

Acho que os resultados foram até acima do esperado. Agradeço a eles por se manterem focados nesse objetivo de conquistar a vaga na Libertadores.

Falta de São Januário e Luis Fabiano

No futebol, quanto mais ganha, mais tem que ganhar. Diziam que iam comemorar com os 45 pontos, mas agora querem outra meta... E assim vai. Torcedor é assim. Eu sou torcedor também. Até os jogadores ficam reféns disso. Esse período eleitoral trouxe muito prejuízo. Foram dez partidas que não jogamos em casa. Metade. (...) Outra grande perda foi o Luis Fabiano, que era nossa grande aposta de referência.

Zé Ricardo

Temos que ter cautela, mas o trabalho do Zé Ricardo é excelente. Jogamos o último jogo em São Januário há quatro meses. Qual o
prejuízo? Uma perda incrível. Tivemos o evento que até hoje não foi explicado e solucionado. Perdemos seis mandos de campo. Depois um período eleitoral em que tivemos que tirar os jogos daqui por causa de ameaças.

Campanha e traições políticas

Tivemos uma campanha satisfatória, por isso agradecemos aos atletas, ao Anderson (Barros). O que se gasta de energia para blindar, tira de outras. Passei três meses de muito sofrimento. É brigar com pessoas do próprio clube. Já temos adversários duríssimos. Pessoas que entram na sua casa, beijam seus filhos e depois te chamam de ladrão, vagabundo...

Clima político no clube

Felizmente conseguimos resistir bem e estamos há oito jogos invictos. Mas é desumano. Acho que teríamos mais sucesso se não precisássemos dispor de tanta energia para controlar essas situações.

Treino e eleição

Não tem preocupação esse treino amanhã junto com a eleição. Não vão ter acesso aos jogadores.

Proposta por Paulinho

Não tem proposta nenhuma pelo Paulinho. O que tem agora é muito "bafáfá".

Renovações

Nós temos um planejamento traçado. Já começamos a conversar sobre renovações. Temos um estudo para reforçar, posição por posição... Temos tudo mapeado com o Zé Ricardo. Se acontecer o que esperamos e tiver a vaga na Libertadores, teremos um time competitivo.

Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte