Publicada em 06/11/2017, às 13:06

J. Paulo pede página virada e 'nada de tempestade em copo de água'

Meia do Glorioso, que não jogou no último sábado, suspenso, prometeu que o Alvinegro não irá se abalar com a derrota em clássico. Ele minimizou vaias para Jair Ventura

João Paulo quer que o Botafogo dê a volta por cima (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

A derrota de 2 a 1 do Botafogo para o Fluminense, no último sábado, no Nilton Santos já é passado para o meia João Paulo, que sequer atuou, suspenso. O jogador de 26 anos pediu que o Alvinegro não se abale na derrota para o clássico e já mire a partida contra o Sport, na próxima quarta-feira, às 21h, na Ilha do Retiro.

Ele também não quer que o revés em casa tome resultados desproporcionais a um simples tropeço no Brasileirão, mas admitiu que a derrota dificulta a vida do time por uma vaga na Libertadores do ano que vem, mas ele frisou: o time sempre se cobra após os jogos, mesmo quando o resultado é positivo.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



- Qualquer derrota atrapalha, ainda mais quando é em clássico. Mas não podemos fazer tempestade em copo de água. O próximo jogo vale os mesmo três pontos. A cobrança existe. Temos que virar a página, mas não esquecemos a derrota. Vamos conversar para evoluir, arrumar o que erramos, para que não volte a acontecer no próximo jogo. A gente sempre se cobra muito, mesmo quando vence - comentou João Paulo.

João Paulo também falou sobre as primeiras vaias do técnico Jair Ventura na carreira. O comandante do Botafogo, inclusive, reconheceu que o Alvinegro não fez boa partida contra o Flu,admitiu ser merecedor dos questionamentos e deixou a torcida na bronca, sobretudo, por não colocar o chileno Leo Valencia. O meia destacou que reagiria normalmente e não sabe como o chefe se sentiu aos gestos da torcida.

- Difícil falar o que o Jair achou das vaias. Da nossa parte, encaramos com naturalidade. Já fomos vaiados várias vezes. Apesar do ano positivo, ainda tem alguma resistência da torcida. Temos que virar a página. Segue o jogo. Já demos a volta por cima em várias vezes e dessa vez não será diferente - finalizou João.

Mesmo com o revés, o Botafogo segue em sexto, com 48 pontos, a seis do Palmeiras, último time do G4, e um à frente do Flamengo, último do G7. Depois do Sport, o Alvinegro recebe Atlético-PR e Atlético-GO, visita São Paulo e Palmeiras. Na última rodada, o adversário é o Cruzeiro, no Nilton Santos.

Fonte: Lance!
Clique para ver a matéria no site fonte

Leia Mais
- Jair vê equilíbrio no Pacaembu e mantém otimismo por vaga na Libertadores
- Rodrigo Lindoso afirma: 'A fase é difícil, mas vamos superá-la'
- Travados: São Paulo e Botafogo ficam no 0 a 0 e continuam sem vencer
- CEP fala com exclusividade sobre planejamento do Botafogo e situação contratuais para 2018
- Leia mais notícias sobre Botafogo em www.futnet.com.br/botafogo

Mais sobre - Botafogo