Publicada em 04/11/2017, às 13:57

Jogadores peruanos apoiam Guerrero após suspensão por suspeita de doping

Jogador está suspenso 30 dias da Seleção Peruana e do Flamengo

(Foto: Divulgação)

Os companheiros do atacante Paolo Guerrero na seleção peruana manifestaram na sexta-feira (3 de novembro) seu apoio ao jogador, após ele ser suspenso provisoriamente pela Fifa por 30 dias, ao dar "resultado analítico adverso" no exame antidoping, o que impede ele defender o Flamengo e seu país na repescagem para a Copa do Mundo da Rússia.

"Força, irmão", escreveu no Twitter, o atacante do Lokomotiv de Moscou, Jefferson Farfán, amigo íntimo de Guerrero.

O atacante dos Monarcas Morelia-MEX, Raúl Ruidíaz, reserva de Guerrero na seleção, destacou o profissionalismo do jogador.



"Todos conhecemos o tipo de profissional que você é. Força, capitão!", afirmou Ruidíaz, que deve ser confirmado como titular pelo técnico do Peru, Ricardo Gareca, para ocupar a vaga do atacante rubro-negro, nas partidas repescagem intercontinental, contra Nova Zelândia, nos dias 11 e 15 deste mês.

O lateral-esquerdo Miguel Trauco, companheiro de Guerrero no Flamengo, afirmou ao jornal Depor, do Peru, que todos seus companheiros estão "a morte" com o atacante. "É um tema muito delicado e tenho certeza que Paolo resolverá tudo rápido", disse.



Petronila González, mãe de Guerrero, disse a veículos de imprensa do Peru que seu filho está tranquilo e assessorado pelos advogados.




"Ele é um homem exemplar, pois eu o criei assim. Tenham confiança em nós. Isto estará resolvido dentro de 30 dias", afirmou.

A mãe de Guerrero lembrou que seu filho tinha uma "gripe terrível" nos dias antecederam a partida contra a Argentina, no início de outubro, em Buenos Aires, que terminou 0 a 0 e onde o jogador foi submetido ao exame antidoping dando o mencionado "resultado analítico adverso".


Fonte: Fox Sports
Clique para ver a matéria no site fonte