Publicada em 03/11/2017, às 12:04

Santos conta com 'chacoalhão' no elenco na reta final do Brasileirão

Na última semana cheia do Peixe, técnico interino Elano faz testes e planeja dar oportunidade para 'esquecidos'. Arthur Gomes e Rodrygo podem ganhar chance

(Foto: Ivan Storti)

O Santos contará com um último 'chacoalhão' no elenco nesta reta final do Campeonato Brasileiro. Com a demissão de Levir Culpi, a chegada do interino Elano traz este cenário. Em sua primeira coletiva, ele revelou a promoção de dois jovens da base e que dará chance para atletas que outrora não tiveram.

Os jovens Rodrygo e Yuri Alberto são os novos nomes que irão compor o time de Peixe. O primeiro já trabalha com os titulares e pode até ser relacionado para o jogo contra o Atlético-MG neste sábado, às 17h, na Vila Belmiro. O segundo está aprimorando a parte física ao lado do fisioterapeuta Luiz Rosan, pois disputou recentemente o Mundial Sub-17.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



Como Elano gosta de lidar com garotos da base, Caju, Arthur Gomes e Matheus Oliveira podem ganhar chances. Após uma negociação frustrada com o Lille, o lateral-esquerdo pode ir a campo contra o Galo. Zeca está em litígio com o Santos e Jean Mota está suspenso. Outra baixa é Copete, com conjuntivite. Arthur pode ser o substituto.

Quando estreou pelo Peixe antes da chegada de Levir Culpi, Elano mostrou personalidade e promoveu a titularidade a Daniel Guedes, Vecchio e Arthur. E essa serão as esperanças também de Kayke, Vladimir Hernández e Lucas Crispim, pouco utilizados no returno.

Com a última semana cheia para treinar, o comandante a utilizou para testar diferentes formações, visando não somente a partida contra o Atlético-MG, mas nos outros jogos da reta final da competição.



- Eu peço para ser um time muito mais a minha cara. Sempre costumo dizer que muitos atletas foram melhores que eu, mas tem que ter brilho, garra, dedicação, achar que não dá... Tem que dar. É a última semana cheia para preparar o time até dezembro, contra o Avaí. Não treino uma só formação, vou precisar. Pode chegar no jogo e ser diferente - explicou o agora treinador.

Fonte: Lance!
Clique para ver a matéria no site fonte