Publicada em 03/11/2017, às 12:23

'Bom caminho': raça demonstrada contra o Flu vira exemplo a ser seguido no Flamengo

Jogadores e técnico Reinaldo valorizaram entrega e determinação diante do Tricolor

(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

"Queremos raça, queremos raça". Ao fim do primeiro tempo do último Fla x Flu, a torcida rubro-negra pedia mais determinação do time, que perdia por 2 a 1. O clamor foi atendido, e a equipe buscou o empate depois de estar perdendo por 3 a 1. A luta dos atletas foi elogiada por muitos torcedores nas redes sociais. Para alguns, foi exatamente isso o que faltou na traumática eliminação na Libertadores deste ano.

- O Flamengo demonstrou que é fiel à sua história com muita raça e caráter. Vamos por um bom caminho - disse Rueda após o empate e classificação diante do Fluminense, no Maracanã.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



O volante Willian Arão, um dos símbolos da reação do Flamengo contra o Flu, falhou em dois gols do Flu e não fazia um bom jogo. No entanto, conseguiu marcar o gol do empate que levou o Rubro-Negro à semifinal.

- Estávamos atrás por dois gols, buscamos e não deixamos de lutar em momento nenhum. Todos estão de parabéns, inclusive a torcida que cantou mais alto todas as vezes que tomamos os gols. Isso nos deu força para corrermos atrás do placar. Mostramos raça, vontade, não desistimos e fomos atrás do placar - comentou o camisa 8.

Esta foi a primeira vez que o Flamengo chegou na semifinal da Sul-Americana. O time carioca não conquista um torneio internacional desde 1999, quando foi campeão da Mercosul.



Diego Alves motivou o time logo após o terceiro gol tricolor

O goleiro Diego Alves não esteve numa noite brilhante contra o Fluminense, mas empurrou o time para a reação quando o adversário estava com uma grande vantagem. Logo após o terceiro gol tricolor, o camisa 1 do Fla gritou com os companheiros, incentivando-os.

- Vamos lá que a gente vai empatar - disse o goleiro em campo, tentando motivar os jogadores.

Após o jogo, Diego Alves valorizou o apoio vindo das arquibancadas e propôs uma parceria ainda mais forte.

- Precisamos unir forças e, assim como nessas duas partidas da Sul-Americana, a torcida vai reconhecer o esforço feito dentro de campo, seguindo nessa união com a gente - comentou.

Diego pede humildade em busca do título

Em busca de um título inédito para o Flamengo, o meia Diego adotou um tom cauteloso ao falar sobre a disputa pelo caneco da Sul-Americana.

- Mais uma vez estamos na semifinal de um torneio importante e isso vale ser comemorado. Nosso objetivo é o título e vamos em busca disso. Essa foi apenas uma etapa, é preciso ter humildade e pés no chão - comentou o meia.

Fonte: Lance!
Clique para ver a matéria no site fonte