Publicada em 01/11/2017, às 23:52

Grêmio joga mal, perde do Barcelona, mas garante vaga na Libertadores

Em Porto Alegre, o time de Renato Gaúcho preferiu segurar o resultado e acabou derrotado por 1 a 0. Agora, o Tricolor encara o Lanús na decisão

(Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio)

O Grêmio é finalista da Taça Libertadores da América. Nesta noite de quarta-feira, o Tricolor Gaúcho foi derrotado pelo Barcelona de Guayaquil por 1 a 0, mas por conta da grande vantagem na primeira partida avançou no torneio continental.

Na decisão, o adversário será o Lanús, da Argentina. O primeiro jogo acontece dia 22 de novembro, em Porto Alegre. A volta será dia 29, em La Fortaleza.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



O jogo

Em desvantagem, o técnico Guillermo Almada colocou o Barcelona em cima do Tricolor desde o primeiro minuto, mas a equipe de Renato Gaúcho conseguiu controlar as investidas equatorianas.

Por outro lado, o Grêmio pouco ousava no campo ofensivo e quase não criou nenhuma chance de perigo. A única que levantou a torcida aconteceu com Luan, que pegou rebote da defesa e exigiu boa defesa de Banguera.





Aos 32 o Barcelona abriu o placar. Marcos Caicedo faz bela jogada, passou por três marcadores e bateu cruzado. A zaga gremista não conseguiu afastar e Jonatan Álvez, sempre ele, aproveitou a sobra e mandou para o fundo do gol, 1 a 0.

A resposta gaúcha veio minutos depois com Cícero. Fernandinho fez jogada pela esquerda e cruzou na cabeça do companheiro, mas o volante cabeceou para fora.

Segundo Tempo

A segunda etapa iniciou com o Grêmio um pouco mais presente no campo de ataque, mas quem deu o susto foi o Barcelona. Em lance individual, Esterilla ganhou de Cortez e acertou a trave de Grohe na finalização.

Após um início mais agitado, o ritmo do confronto caiu e poucos lances eram criados. Na mais clara, o Grêmio quase empatou com Cícero, que recebeu em velocidade, mas chutou fraco nas mãos de Banguera.

Preocupado com a inoperância do ataque, Renato Gaúcho promoveu a entrada de Jael no lugar de Cícero. O time ganhou mais força no setor e liberou Luan para jogar.

Na casa dos 32 minutos o time da casa quase empatou. Cortez levantou da esquerda e Jael cabeceou. O goleiro Banguera se esticou todo e a bola carimbou a trave.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 0 X 1 BARCELONA
Local: Arena Grêmio, Porto Alegre (RS)
Data-Hora: 01/11/2017 – 21h45
Árbitro: Roberto Tobar (CHI)
Auxiliares: Carlos Astroza (CHI) Cristhian Schiemann (CHI)
Público/renda: 51.065 pagantes/R$ 3.370, 918
Cartões amarelos: Edílson, Kannemann (GRE), Esterilla, Arreaga, Oyola, Velasco (BAR)
Cartões vermelhos: –
Gols: Jonatan Álvez (32’/1ºT)

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edilson, Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Jaílson, Arthur, Ramiro (Michel, aos 39/2ºT), Cícero (Jael, aos 24/2ºT) e Fernandinho (Éverton, aos 11/2ºT); Luan. Técnico: Renato Gaúcho.
BARCELONA: Banguera; Pedro Velasco, Mena, Arreaga e Caicedo; Minda, Matías Oyola e Damián Díaz (Ariel, aos 33/2ºT); Esterilla (José Ayoví, aos 21/2ºT), Marcos Caicedo (Erick Castillo, aos 27/2ºT) e Jonatan Álvez. Técnico: Guillermo Almada.

Fonte: Lance!
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Grêmio