Publicada em 01/11/2017, às 20:17

Edenílson chama Dourado de raro no Brasil e vibra com volta do parceiro: "Facilita"

Volante entende que companheiro de função é um dos melhores do país. Questionado sobre as mudanças da equipe, Edenílson valoriza força do grupo

(Foto: Tomás Hammes)

Não é só o Guto Ferreira quem vibra por ter Rodrigo Dourado novamente à disposição. O prestígio do volante ganhou o vestiário. Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, Edenílson deixou clara a admiração pelo parceiro do setor de contenção.

Dourado ficou fora na derrota por 1 a 0 para o Ceará para cumprir suspensão – acabou substituído por Charles. Porém, com a volta do titular, o time ganha em confiança. Edenílson é quem puxa o coro.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



– Sou um grande defensor do Dourado. Para mim, é muito pouco valorizado. Há pouquíssimos como ele no Brasil. Facilita muito jogar com ele. O Charles tem muito potencial, mas o Rodrigo está há muitos anos jogando bem – elogia.

Além de Dourado, ao menos uma outra mudança ocorrerá. Cláudio Winck recupera a titularidade na lateral direita na vaga de Alemão. Leandro Damião, recuperado do desconforto na coxa esquerda, também tem grandes chances de atuar. Enquanto isso, William Pottker é dúvida pelo problema na coxa direita. Edenílson minimiza as mudanças em razão da força do conjunto.

- Ocorreram muitas trocas pelo lado direito. Por questões de cartões, lesões, saída do William. Faz parte. Somos um grupo. Quem entra, dá conta do recado - complementa.



A provável formação do Inter tem Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Danilo Silva, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenílson e D'Alessandro; William Pottker (Nico López), Leandro Damião e Eduardo Sasha.

O Colorado volta aos treinos nesta quinta. A atividade está prevista para ocorrer pela parte da manhã. Na sexta, o Colorado recebe o CRB, às 19h15, em jogo pela 33ª rodada. Atualmente, os gaúchos lideram a Série B com 61 pontos, três à frente do Ceará, o segundo na tabela. O Oeste é o quinto e primeiro fora do G-4 com 55. O CRB está em 16º com 38.

Fonte: GloboEsporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte