Publicada em 31/10/2017, às 16:50

Uendel atrela oscilação do Inter a baixas e vê ansiedade pelo acesso sob controle

Lateral-esquerdo cita desfalques frequentes, que impedem Inter de repetir formação há 12 jogos, como fator direto para queda de rendimento recente na Série B

Uendel atrela oscilação às baixas do Inter (Foto: Eduardo Deconto)

O Inter deixou o Beira-Rio sob vaias – rebatidas por D'Alessandro – após a derrota por 1 a 0 para o Ceará, no último sábado, pela 32ª rodada da Série B. Os apupos tiveram pouco a ver com o tropeço, que nem de longe ameaçou a liderança isolada na competição, mas sim com o desempenho apresentado dentro de campo. Uma oscilação atrelada por Uendel aos desfalques recorrentes na formação titular.

Na entrevista coletiva após o treino desta terça-feira, o lateral-esquerdo admitiu que o elenco tem consciência de momento de baixa vivenciado na temporada, em especial em comparação com a arrancada anterior de 10 vitórias em 11 jogos. De acordo com o camisa 6, o Inter encontrou o rumo na temporada após a consolidação da escalação base no 4-1-4-1.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



O técnico Guto Ferreira chegou a repetir a equipe em quatro jogos seguidos, da vitória sobre o Guarani ao triunfo diante do Paysandu, entre as 19ª e a 22ª roddas. Desde então, são 12 partidas com ao menos uma alteração no time. Curiosamente, Uendel é o atleta mais assíduo, com 54 atuações.

– A gente veio de uma sequência muito boa, manteve um padrão de equipe. Depois, é inevitável por cartões, lesões, desfigura um pouco a equipe. Mesmo assim, mantivemos os resultados. Às vezes, o futebol não estava tão vistoso como na retomada. É normal. Oscilações acontecem no campeonato. A gente tem consciência de que pode melhorar. Mas é difícil apontar um fator. A gente trabalha e, às vezes, as coisas não acontecem. Temos noção de que podemos evoluir em todos os setores para fazer essa reta final mais tranquila – afirma o lateral-esquerdo.

A derrota por 1 a 0 para o Ceará freou as pretensões do Inter de garantir o acesso na próxima sexta-feira, contra o CRB, no Beira-Rio. A um passo do retorno à elite nacional, o lateral-esquerdo afirma que o elenco tem experiência de sobra para controlar a ansiedade com a proximidade do principal objetivo do ano, que pode ser alcançado na 34ª rodada, contra o Luverdense, fora de casa.

– Questão da ansiedade, a gente controla bem. Somos todos experientes, acostumados a jogar grandes jogos. Então, esse tipo de situação não nos atrapalha. Estamos numa situação privilegidada. Na liderança, a nove pontos do quinto. É normal o torcedor ficar chateado. Não tem como evitar. Como disse, sexta-feira é outra oportunidade. É mostrar bom futebol e com apoio do torcedor fazer um grande jogo. Esses três pontos vão ser fundamentais – ressalta.

Após o treino na manhã desta terça-feira no CT do Parque Gigante, o Inter se reapresenta para trabalhos na quarta, também pela manhã. O Colorado só volta a campo na próxima sexta-feira, às 19h15, para encarar o CRB, no Beira-Rio, pela 33ª rodada da Série B.

Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte