Publicada em 31/10/2017, às 11:17

De 17 para 5: Verdão reduz distância do líder antes de confronto direto

Distância entre Palmeiras e Corinthians não era tão curta desde a terceira rodada do Brasileirão. Rivais se enfrentam em Itaquera no próximo domingo

(Foto: Divulgação/Palmeiras e Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

O empate por 2 a 2 com o Cruzeiro não foi o resultado dos sonhos para o Palmeiras, mas serviu para reduzir um pouco mais a distância para o líder Corinthians: a diferença entre os rivais, que chegou a 17 pontos após a 21ª rodada, agora é de 5 pontos.

Se tivesse vencido, o Palmeiras teria reduzido sua desvantagem para apenas três pontos. Nesse cenário, uma vitória no confronto direto de domingo, em Itaquera, igualaria a pontuação das duas equipes e transformaria os alviverdes em líderes devido ao número de vitórias.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



De qualquer forma, o Verdão não fica tão próximo do Corinthians quanto agora desde a terceira rodada do Brasileirão, quando os alvinegros tinham quatro pontos de vantagem. Depois disso, os rivais sempre estiveram separados por seis pontos ou mais.

- A gente estava 17 pontos atrás. Sabemos que era muito difícil tirar. Já tiramos muitos pontos, vamos ver o que acontece nessas sete rodadas - disse o atacante Dudu, colocando o pé no freio na expectativa pelo título.

- A gente tem que ir somando pontos e firmar nossa posição no G4. Já abrimos mais um. Sendo bem sincero, o nosso discurso é sempre o de focar no próximo jogo. Está dando certo, fizemos 10 dos últimos 12 pontos. A gente tem o objetivo claro de chegar na Libertadores e não vai cair em armadilha nenhuma. Não é não assumir, é a estratégia que colocamos: jogo a jogo - emendou Fernando Prass.



A vantagem do Corinthians para um vice-líder não é tão curta desde a décima rodada, quando tinha quatro pontos à frente do Grêmio. A maior vantagem para um segundo colocado foi registrada na 30ª rodada: 11 pontos na frente dos gaúchos.

Fonte: Lance!
Clique para ver a matéria no site fonte