Publicada em 31/10/2017, às 17:48

Cueva avalia chance de Libertadores e revela se pensa em deixar o São Paulo em 2018

Com 10 gols e 11 assistências na temporada 2017, armador peruano tem contrato com o Tricolor do Morumbi até junho de 2021: 'Deixo nas mãos de Deus'

(Foto: Maurício Rummers/Foto Arena)

As vitórias sobre Flamengo e Santos não alteraram o foco do São Paulo no Campeonato Brasileiro. Com discurso alinhado ao de seus companheiros, o meia Christian Cueva quer se ver longe do risco de rebaixamento, antes de vislumbrar vagas para as competições internacionais.

“Gostaríamos muito de pensar em Sul-Americana e Libertadores, mas estamos conscientes de que faltam quatro pontos para ficarmos tranquilos quanto à zona de baixo”, afirmou, em entrevista ao canal Sportv, nesta terça-feira.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



A sete rodadas para o término do torneio nacional, o Tricolor ocupa o 11º lugar, com 40 pontos, cinco acima da Ponte Preta, primeira equipe dentro do grupo de descenso. No momento, o time de Dorival Júnior estaria classificado à próxima Conmebol Sul-Americana.

“Terminaremos o ano deixando tudo pelo São Paulo e tratando de conseguir o que está ao nosso alcance – Libertadores ou Sul-Americana -, mas pensando primeiro em escapar de vez da zona de rebaixamento”, reiterou, seguindo a linha de pensamento do lateral esquerdo Edimar.

Para ter o seu camisa 10 no Estádio Serra Dourada, o São Paulo pediu à CBF e conseguiu antecipar o confronto com o Atlético-GO para sábado. Depois da partida, Cueva ficará à disposição da seleção peruana, que enfrentará a Nova Zelândia, entre os dias 11 e 15 de novembro, pela repescagem da Copa do Mundo de 2018.



“Eu sempre sou agradecido pelo clube que me paga os salários. Logicamente, me sinto importante por ajudar a minha seleção. Mas tenho que pensar primeiro no São Paulo e depois no Peru, que é algo muito importante para mim também. O que quero é dar o melhor pelo clube e pelo meu país”, ressaltou.

“Representa muito defender as cores do meu país. Faz 36 anos que não vamos ao Mundial, então está nas nossas mãos (a última Copa disputada pelo Peru foi a de 1982, na Espanha). Eu nunca deixo de pensar na minha seleção. Realmente sempre está na minha cabeça, mas tento separar as coisas”, esclareceu.

Futuro

Com 10 gols e 11 assistências na temporada, Cueva tem contrato com o São Paulo até junho de 2021. Questionado sobre o futuro de sua carreira, o peruano desconversou e disse estar com o foco no clube. Na última janela de transferências, o meia recebeu sondagens do futebol turco e mexicano.

“É difícil falar de uma saída agora. Tenho de me concentrar no São Paulo e em minha seleção. Depois, deixo nas mãos de Deus. Tenho muito carinho pelo clube. Tanto a diretoria quanto os torcedores me dão um carinho inexplicável. Se for para eu sair, assim será. Mas no momento estou pensando no São Paulo e na seleção, nada mais”, garantiu Cueva.

Fonte: FOX Sports
Clique para ver a matéria no site fonte