Publicada em 30/10/2017, às 15:19

Além da bronca: D'Ale iguala Falcão e fica à beira de top 10 em jogos pelo Inter

Argentino chega a 387 aparições pelo Colorado na derrota por 1 a 0 para o Ceará e fica a apenas uma partida de ser o nono atleta com mais atuações na história do clube

D'Alessandro Inter x Ceará (Foto: Ricardo Duarte/Divulgação Inter)

A reação de D'Alessandro é imediata às vaias da torcida após a derrota por 1 a 0 para o Ceará, neste sábado, no Beira-Rio, pela 32ª rodada da Série B. O gringo irrompe em direção às arquibancadas e cobra os torcedores pelos apupos, em defesa ao grupo do Inter, líder isolado da competição. A cena mostra o argentino em um final de tarde de atrito com os fãs, mas não apaga o orgulho por um feito emblemático alcançado na partida: seu jogo de número 387 pelo clube em nove anos de idolatria no Colorado.

A marca o faz igualar ninguém menos que Paulo Roberto Falcão e Carlitos no ranking de atletas com mais partidas pelo clube. E o deixa a apenas uma partida de ingressar no seleto rol dos 10 jogadores que mais vestiram a camisa colorada na história. Um feito emblemático que deve ser concretizado contra o CRB, no Beira-Rio, na próxima sexta-feira.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



Empatado com o Rei de Roma e com o maior artilheiro da história do clube, automaticamente saltará da atual 11ª colocação no ranking para a nona posição, ao superar ambos em número de atuações. O recordista em número de jogos pelo Colorado é Valdomiro, com 803 partidas de acordo com a contagem oficial do clube.

Do trio, o primeiro a alcançar os 387 jogos foi Carlitos, estrela do ataque do primeiro grande time da história do Inter, o Rolo Compressor, campeão de 10 Campeonatos Gaúchos nas décadas de 40 e 50. O atacante defendeu o clube entre 1938 e 1951 – durante 14 temporadas. Falcão, por sua vez, marcou época na dourada década de 70, quando levou o clube ao tricampeonato brasileiro, com direito ao inédito e único título invicto do Brasileirão, em 1979.

A galeria de taças de D'Alessandro também é emblemática, em seus nove anos de Inter – o gringo chegou ao clube em 2008 e só não defendeu o Colorado em 2016, quando foi emprestado ao River Plate. Logo em seu primeiro ano, o argentino foi campeão da Copa Sul-Americana. De lá para cá, conquistou o bi da Libertadores em 2010, a recopa Sul-Americana em 2011 e seis títulos do Gauchão. Ao todo, são 387 jogos e 84 gols.

"Achei que a vaia foi injusta"

O cartel de taças e os 387 jogos, porém, ficaram bem distantes de nortear a fala do gringo após uma partida abaixo no rendimento pessoal e coletivo. Ao passar pela zona mista do Beira-Rio, D'Ale defendeu o grupo e afirmou que as críticas e as vaias da torcida foram são injustas, em especial pela campanha na Série B. "Sem crise", o argentino lembrou que o Colorado segue líder isolado e convive com uma série de 11 vitórias, três derrotas e um empate em 15 jogos.

– Saí de cabeça quente, cobrei o torcedor, porque achei que a vaia foi injusta. O resultado não foi o que a gente esperava, não foi um jogo dos melhores que a gente fez. Saí de cabeça quente como o torcedor está. Volto a repetir, acho que a vaia foi injusta, podia ter valorizado o esforço do grupo. Sempre que eu faço, vou explicar, não é por marketing, nem para aparecer. Não preciso fazer essas coisas na minha carreira. Saí ao natural para defender meu grupo. Precisava defender da vaia que no momento achei injusta – afirmou o camisa 10.

Cobranças e broncas à parte, o jogador já fita seu futuro no clube. Em entrevista coletiva recente, D'Ale garantiu que pretende se aposentar no clube. Antes disso, já havia afirmado, em conversa exclusiva com a RBS TV, que sua meta é atuar por mais duas temporadas. Ainda assim, o jogador e a diretoria colorada ainda não iniciaram as conversas para tratar da renovação de contrato, prestes a se encerrar, ao final do ano. O tema, porém, não causa preocupação e apenas é postergado para não desvituar o foco no retorno à Série A. O desejo de permanência é mútuo.

Aos 36 anos, D'Ale já atuou em 47 partidas na temporada, com oito gols e 16 assistências – é o líder do elenco neste quesito. O gringo deve eternizar seu nome no top 10 de jogadores com mais jogos pelo Inter na próxima sexta-feira, às 19h15, no duelo com o CRB, pela 33ª rodada da Série B. O Colorado é líder isolado da competição, com 61 pontos.

Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte

Leia Mais
- Inter faz proposta e se aproxima de acerto com Roger como reforço para 2018
- Sócios do Inter terão acesso gratuito em despedida da Série B no Beira-Rio
- Camilo e Pottker destacam parceria em vitória do Internacional
- Após vitória, nem jogadores do Inter entendem gol anulado: "Apitou e paramos"
- Leia mais notícias sobre Internacional em www.futnet.com.br/internacional

Mais sobre - Internacional