Publicada em 28/10/2017, às 22:04

Em jogo acirrado, Flamengo e Vasco ficam apenas no zero no Maracanã

Rubro-Negro desperdiça série de oportunidades e esbarra no goleiro Martin Silva. Já Cruz-Maltino novamente peca em seu poderio ofensivo no Clássico dos Milhões neste sábado

Flamengo 0 x 0 Vasco: as imagens no Maracanã (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Sobrou vontade, mas Flamengo e Vasco passaram em branco no Clássico dos Milhões. Neste sábado, no Maracanã, as equipes não saíram do 0 a 0, e deram espaço às lamentações.

Além de não subir degraus na parte de cima da classificação, o Rubro-Negro desperdiçou a chance de superar um adversário que foi forçado a ficar com dez. Já o Cruz-Maltino novamente teve fraco repertório ofensivo, e segue a três pontos da zona de classificação para a Copa Libertadores.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



A etapa inicial de muita luta trouxe um Flamengo com leve superioridade em campo. Com maior volume de jogo, o Rubro-Negro teve espaço para rondar a área adversária. Porém, sua primeira chance clara aconteceu aos 24.

Everton avançou pela direita e esticou a Lucas Paquetá, que bateu rente à trave. Depois, foi a vez de Pará encontrar uma brecha e lançar Everton Ribeiro, mas o camisa 7 errou.

O Vasco se empenhava, armando jogadas com Mateus Vital e Nenê. No entanto, esbarrava em limitações ofensivas, e se arriscava apenas em tentativas de fora da área.

A equipe de Zé Ricardo aumentou seu ímpeto na volta do intervalo e logo assustou. Ríos ajeitou para Nenê, que bateu rasteiro. A bola desviou em Juan e parou na trave.

Em seguida, os flamenguistas pediram pênalti quando a bola tocou na mão de Mateus Vital. No entanto, o árbitro Ricardo Marques Ribeiro marcou escanteio.
Vendo a atuação pouco inspirada de Diego e Everton Ribeiro, Reinaldo Rueda optou por levar a campo Vinicius Júnior e a Felipe Vizeu.

O volume de jogo do Rubro-Negro logo ficou refletido nas oportunidades. Willian Arão arriscou da intermediária, e Martin Silva espalmou. Após cobrança de escanteio, uma cabeçada de Juan passou rente à trave, enquanto o goleiro observava.

O uruguaio voltou a ser exigido após hesitação da zaga vascaína. Felipe Vizeu surgiu livre, mas seu cabeceio parou nas mãos de Martin.

A reta final ganhou ares de drama para os cruz-maltinos. Aos 39, Ramon levou a pior em uma dividida, e saiu de campo. Como as três alterações foram feitas por Zé Ricardo, a equipe tratou de gastar o tempo diante de uma “blitz” rubro-negra.

O Flamengo rondou a área adversária, mas limitou-se a chance de de Vizeu e a uma cobrança de falta de Diego. O zero estava consolidado.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 0x0 VASCO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 28-10-17 - 19h (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camili (Fifa-MG) e Sidmar dos Santos Meuer (MG)
Renda/Público: R$ 739.775,00 / 20.571 pagantes (24.813 presentes)
Cartões amarelos: Juan (FLA), Wellington (VAS)

FLAMENGO: Diego Alves; Pará, Rhodolfo, Juan e Trauco; Willian Arão, Márcio Araújo, Diego, Everton Ribeiro e Everton (Vinícius Junior, 22/2T); Lucas Paquetá (Felipe Vizeu, 22/2T). Técnico: Reinaldo Rueda

VASCO: Martin Silva; Madson, Paulão, Anderson Martins e Ramon; Jean, Wellington, Mateus Vital, Yago Pikachu (Gilberto, 26/2T) e Nenê (Manga Escobar, 34/2T); Andrés Ríos (Caio Monteiro, 30/2T). Técnico: Zé Ricardo

Fonte: Lance!
Clique para ver a matéria no site fonte

Leia Mais
- Suspenso, Prass não enfrentará o Botafogo e dá nova chance a Jailson
- Trauco promete 'fazer tudo por título' e fala sobre situação de Guerrero
- Palmeiras joga mal e perde do Avaí, que segue vivo na luta contra a queda
- São Paulo e Bahia têm acordo verbal para transferência do goleiro Jean

Últimas