Publicada em 26/10/2017, às 20:49

Perrella perde apoio, e conselheiros lançam segunda chapa para eleição no conselho

Fernando Torquetti volta atrás e anuncia que vai disputar presidência do Conselho Deliberativo do clube contra senador

Fernando Torquetti Cruzeiro (Foto: Arquivo pessoal)

Reviravolta na eleições para a presidência do Conselho Deliberativo do Cruzeiro. Após encontro realizado na última terça-feira, na sede do clube, onde foi decidido que o senador Zezé Perrella, ex-mandatário do clube, seria candidato único na votação marcada para o dia 6 de novembro, integrantes da Chapa União mudaram de ideia. O grupo decidiu manter a candidatura de Fernando Torquetti para o cargo máximo do conselho cruzeirense.

Fernando diz que ele se tornou "representante" da chapa, já registrada para o pleito. Segundo ele, o nome de Perrella não representa consenso para presidir o Conselho Deliberativo. Em carta divulgada aos conselheiros, Torquetti fala da importância da idoneidade da marca do Cruzeiro. Ele explica que, na reunião de terça-feira, se precipitou ao concordar que a chapa única seria o melhor para a estabilidade do clube.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



- Foi um erro eu não ter consultado a base. Quem manda são os soldados, e eles não concordavam em vincular o nome do Cruzeiro com o Zezé. Ele (Perrella) fez as escolhas políticas que fez, e o pessoal acha que não foram as escolhas certas. Nós temos seis conselheiros natos envovidos em investigações da Lava-Jato. Nem todos os conselheiros aceitam esse tipo de vinculação, e alguns deles pediram para que eu voltasse.

Torquetti disse ter o apoio de Wagner Pires de Sá, futuro presidente do Cruzeiro, que vai assumir o cargo a partir de 1º de janeiro, e de Itair Machado, novo vice de futebol do clube. A princípio, Zezé Perrella seria o candidato da situação. A chapa única teria José Dalai Rocha como vice-presidente - atualmente, é o 1º secretário da mesa diretora -, Ronaldo de Assis Carvalho como 1º secretário e Waldeyr Estevão de Paula Junior como 2º secretário. No entanto, Ronaldo de Assis deixou o grupo do ex-presidente e voltou a ser vice de Torquetti.

A eleição está marcada para a primeira terça-feira de novembro. Na votação, conselheiros efetivos, natos e beneméritos vão escolher, nos mesmos moldes da eleição para a presidência (mas sem peso de voto e vitória por maioria simples), o novo presidente do conselho para a vaga de João Carlos Gontijo, além de seu vice e dois secretários.



Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte