Publicada em 25/10/2017, às 18:07

Cruzeiro recebe consulta e analisa venda de Sobis a time mexicano

O empresário do jogador confirmou conversas com um clube mexicano e Gilvan de Pinho Tavares deve receber proposta oficial nesta quinta-feira

Rafael Sobis está na mira de time mexicano (Foto: Reprodução Instagram Sportv)

O destino do atacante Rafael Sobis é incerto para a próxima temporada. De acordo com o Superesportes, o Cruzeiro foi consultado por um clube mexicano para saber a situação do jogador e uma proposta de US$ 2 milhões, cerca de R$ 6,5 milhões, será entregue ao presidente Gilvan de Pinho Tavares nesta quinta-feira.

O clube ainda terá partidas importantes neste ano e pretende contar com jogador. Por conta disso, há pressa para a contratação de Rafael Sobis. O empresário do atleta, Jorge Machado, confirmou que o primeiro contato já foi feito e o clube mexicano se reunirá com a diretoria celeste nas próximas horas para tratar do futuro do atacante.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



- Os caras do México me ligaram. Só vai ser oficial no momento que chegar essa proposta. Não tenho o que te falar. Rafa tem contrato de dois anos com o Cruzeiro, é bem tranquilo. Primeiro lugar, vai chegar a proposta ao Cruzeiro, depois conversamos - concluiu sem citar valores monetários.

Para contar com o jogador, o Cruzeiro desembolçou R$ 17 milhões, valor bem acima do oferecido pelo clube mexicano. Apesar de ser o artilheiro celeste desta temporada, com 16 gols em 49 jogos, Rafael Sobis já foi alvo de inúmeras críticas da torcida, principalmente no período em que viveu um jejum de 17 partidas sem balançar as redes. A fase oscilante pode adiantar a saída do jogador.

Contratado pela Raposa ao Tigres (MEX) em 2016, Rafael Sobis terá seus direitos ligados ao clube até dezembro de 2019, quando encerra seu vínculo. O nome da equipe interessada no jogador é mantido em sigilo pelas partes envolvidas e a diretoria ainda aguarda um documento oficial para se manifestar a respeito da situação do atacante.



Fonte: Lance!
Clique para ver a matéria no site fonte