Publicada em 24/10/2017, às 14:20

Diretor do São Paulo garante: "Jucilei é uma das nossas prioridades para 2018"

Vinícius Pinotti afirma que clube trabalha para ficar com volante, ao contrário do que Leco tinha dito

Jucilei foi o melhor jogador do São Paulo contra o Flamengo (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

São Paulo trabalha para garantir a permanência em definitivo de Jucilei a partir do ano que vem. É o que garante o diretor Vinícius Pinotti, que está cuidando pessoalmente da questão com dirigentes do Shandong Luneng, clube que detém os direitos do jogador.

LEIA MAIS

- Lugano estuda ofertas e não tem pressa para responder ao São Paulo

- São Paulo já sabe: terá dificuldades para tirar Diego Souza do Sport

- Reinaldo renova contrato com o São Paulo até o fim de 2020

- São Paulo quer fechar logo com Diego Souza, mas meia tem menos pressa

- Leia mais notícias sobre São Paulo em www.futnet.com.br/saopaulo




O vínculo do volante com o time chinês acaba em junho de 2019 – ele está emprestado ao São Paulo até o fim deste ano.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



– Jucilei é uma das nossas prioridades para o ano que vem. Queremos muito continuar com ele. Já tive algumas conversas com o atleta para deixá-lo tranquilo, pensando somente em jogar futebol. Estou cuidando desse assunto e estudando alternativas para contratá-lo – afirmou Pinotti.

O discurso do diretor contraria o que tinha dito o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva há um mês. Para Leco, Jucilei dificilmente seria contratado em definitivo por causa de exigências financeiras dos chineses.



O volante já deixou claro que sua vontade é permanecer no São Paulo. Isso porque, no Brasil, pode ficar perto dos filhos, que não moravam com ele na China.

Na capital paulista, Jucilei mora em um condomínio fechado que fica a 40 minutos de carro do CT da Barra Funda e está sempre recebendo amigos.





Em algumas folgas, também vai ao Rio de Janeiro para visitar familiares. Essa rotina só poderá ser mantida se ele permanecer no país.

A questão financeira é algo que preocupa. Isso porque não existe em contrato um valor fixado para o São Paulo fechar o negócio. Será preciso um entendimento com os chineses.

Como o vínculo no Shandong termina em junho de 2019, os são-paulinos acreditam que será possível negociar por um valor perto da realidade do time brasileiro.

Também será preciso chegar a um acordo financeiro com Jucilei, que no clube de origem recebe um valor impensável para o Brasil. Hoje, o São Paulo paga apenas uma parte dos vencimentos do atleta.

Mas o volante, nas conversas que teve com a diretoria, também disse que topa discutir essa questão e se adequar ao que o São Paulo pode pagar. Uma alternativa seria diminuir radicalmente o salário e acertar o pagamento de luvas.

O volante voltou a ser titular após quatro rodadas. Ele havia sido expulso contra a Ponte Preta e, depois disso, o técnico Dorival Júnior preferiu montar um esquema mais ofensivo, com Lucas Fernandes e Cueva juntos no meio-campo.

Foi nesse período que Leco deu a entrevista dizendo que Jucilei dificilmente ficaria no São Paulo, o que irritou o jogador.

Ele voltou a figurar no time titular na vitória sobre o Flamengo, foi o melhor da equipe e, na saída de campo, novamente se mostrou chateado com a atitude do presidente. Ainda no vestiário, foi chamado por membros da diretoria, que voltaram a dizer que ele é prioridade para 2018.

– O São Paulo me tranquilizou a respeito do que o presidente falou, mas não depende de mim. A vontade de permanecer é muito grande. Eles me disseram que vão fazer todos os esforços,, e eu também vou fazer o que puder para ficar. Mas vamos resolver isso só em dezembro. Agora é seguir trabalhando para tirar o time desta situação (luta contra o rebaixamento) – afirmou o jogador, após a partida realizada no último domingo.

Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte