Publicada em 24/10/2017, às 14:27

Bandeira vetou presença de V. Júnior na Seleção Sub-17, diz Edu Gaspar

Garoto de 17 anos manifestou interesse em disputar o Mundial da categoria, mas o Fla não cedeu. Dirigente da CBF tentou negociar com o clube carioca, mas ouviu 'não'

Eduardo Bandeira de Mello vetou a participação do garoto no Mundial Sub-17, revelou dirigente da CBF (Foto: Wagner Meier)

O coordenador da Seleção Brasileira, Edu Gaspar, contou que o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, foi quem vetou a presença do jovem Vinicius Júnior no Mundial Sub-17, na Índia. O garoto já tinha manifestado o interesse em disputar o torneio, chegou a ser convocado, mas não pôde defender a Amarelinha. Em participação no programa "Bem, Amigos", do SporTV, o dirigente da CBF contou como foi a conversa com o mandatário rubro-negro, que não aceitou a liberação.

- Quando eu vi que o Vinicius não estava sendo tão utilizado na equipe, eu vislumbrei a possibilidade. Entrei em contato com o presidente Bandeira e, inicialmente, tomei uma negativa. "Não vou liberar pela importância do atleta"... Segui conversando com ele explicando da importância para a formação do atleta defender a Seleção - relatou Edu, que deu mais detalhes sobre a negativa do Flamengo em liberar o jogador.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



- Ele (Bandeira) "linkou" o resultado da Copa do Brasil à liberação ou. "Se eu ganhar, libero. Se não ganhar, não libero". Fui ao Ninho e conversei com Bandeira, Fred (Luz) e Rodrigo Caetano para tentar entender. Eu não quero entrar no mérito do Flamengo. Disse que respeitava a posição, mas pedi para entenderem a nossa frustração - comentou.

Vinicius Júnior sofreu uma entorse no joelho recentemente e desfalcou o Flamengo nos últimos jogos. Ele voltou a ser relacionado para a partida contra o Fluminense, nesta quarta-feira, pela Copa Sul-Americana.

Fonte: Lance!
Clique para ver a matéria no site fonte