Publicada em 20/10/2017, às 14:41

São Paulo mal, chama o Shaylon: meia vira uma das opções preferidas de Dorival

Jogador de 20 anos entra no segundo tempo em três das últimas quatro partidas

Shaylon treina no Rio de Janeiro na quinta-feira (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Diante do que mostrou na derrota por 3 a 1 para o Fluminense, na quarta-feira, o São Paulo precisa de mudanças. Ou de atitude, como destacaram Dorival Júnior e Hernanes ainda no Maracanã, ou de jogadores.

Até o jogo de domingo, contra o Flamengo, no Pacaembu, o técnico comandará dois treinos fechados à imprensa, na sexta e no sábado.
Se o time for mudar, Shaylon é um dos candidatos, já que tem aproveitado as chances recentes.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



Revelado na base tricolor, o meia de 20 anos foi utilizado três vezes nas últimas quatro partidas e, no geral, tem melhorado o desempenho da equipe dentro de campo – Maicosuel também foi utilizado na mesma medida por Dorival.

Shaylon apareceu no segundo tempo da partida contra o Sport, ocupando a vaga de Cueva. O São Paulo vencia por 1 a 0 no Morumbi, e ele teve a chance de marcar o segundo gol, mas parou na defesa de Magrão.

Contra o Atlético-MG, no Independência, Cueva não estava em campo, já que servia a seleção peruana. Shaylon entrou no segundo tempo na vaga do apagado Hernanes. Em sua primeira jogada, quando o São Paulo já perdia por 1 a 0, levantou um bola para Pratto cabecear no canto direito de Victor, que fez grande defesa.



Depois de não ser utilizado contra o Atlético-PR, partida que terminou com a vitória tricolor por 2 a 1, Shaylon entrou diante do Fluminense, novamente na vaga de Cueva. No final da partida, deixou a sua marca e fez o gol de honra do São Paulo, que perdeu por 3 a 1 (foi o segundo gol dele em cinco jogos).

O garoto ainda havia sido utilizado por Rogério Ceni na partida contra o Flamengo, a última do ex-goleiro como treinador da equipe no Campeonato Brasileiro, e por Pintado no confronto diante do Santos, quando deixou sua marca na derrota por 3 a 2.

Outras estatísticas do jogador:

Nas partidas em que esteve em campo, deu 50 passes e errou seis

Finalizou quatro vezes e todas foram certas, na direção do gol.

Mesmo saindo do banco, é o nono jogador que mais finaliza na equipe

Deu oito cruzamentos contra o Atlético-MG e três diante do Fluminense

A ascensão de Shaylon aparece justamente no momento em que Lucas Fernandes, outra cria da base de Cotia, não vive bom momento técnico. Maicosuel, Denilson e Marcinho são outras alternativas para a posição do camisa 11.

Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte