Publicada em 20/10/2017, às 20:53

Arrascaeta é convocado e pode desfalcar o Cruzeiro em três jogos do Brasileiro

Chamado pela seleção uruguaia para as partidas diante da Polônia e da Áustria, meia deve ficar fora dos duelos com Flamengo, Fluminense e Avaí, em novembro

Arrascaeta durante treino do Cruzeiro na Toca da Raposa II (Foto: Thaynara Amaral)

Desfalque à vista: Arrascaeta foi convocado pela seleção uruguaia para a disputa de amistosos diante da Polônia, no dia 10 de novembro, em Varsóvia, e contra a Áustria, no dia 14, em Viena. Com isso, ele pode desfalcar o Cruzeiro em até três jogos no Campeonato Brasileiro. Nesse período, a Raposa tem duelos com Flamengo (dia 8), Fluminense (12) e Avaí (15).

Apenas o confronto com o Fluminense ocorre entre os jogos da seleção uruguaia. Ou seja, somente nessa partida é certa a ausência de Arrascaeta. No entanto, como as outras duas (Flamengo, no dia 8, e Avaí, no dia 15) têm datas muito próximas às dos amistosos do Uruguai, é provável que o meia não fique à disposição do técnico Mano Menezes. Por isso, deve desfalcar o Cruzeiro em três rodadas do Campeonato Brasileiro.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



Rumo à Copa?

A vitória por 4 a 2 sobre a Bolívia, no dia 10, garantiu o Uruguai na Copa do Mundo de 2018, que será realizada na Rússia. Na partida, Arrascaeta vestiu a camisa 10 e atuou por 77 minutos – foi substituído no segundo tempo por Lodeiro. Além do duelo com a Bolívia, Arrascaeta também jogou no empate por 0 a 0 com a Venezuela, na quinta-feira passada. Porém, contra os venezuelanos, iniciou no banco e entrou por 11 minutos no decorrer da etapa final.

Com as constantes convocações e, agora, chance até no time titular, Arrascaeta vai conquistando, cada vez mais, um lugar na Copa do Mundo. Pelo Cruzeiro, o jogador marcou 10 gols em 2017 e distribuiu quatro assistências. Vale lembrar que foi ele quem balançou a rede para o clube na final da Copa do Brasil (no empate, por 1 a 1, contra o Flamengo, no Maracanã).



Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte