Publicada em 19/10/2017, às 21:32

Lugano e Hernanes cobram jogadores do São Paulo após derrota para o Fluminense

Ídolos se incomodaram com atuação da equipe no Maracanã

Lugano e o time do São Paulo antes do jogo contra o Flu: cobrança ocorreu depois (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Lugano e Hernanes fizeram uma cobrança aos demais jogadores no vestiário do São Paulo após a derrota por 3 a 1 para o Fluminense, quarta-feira, no Maracanã.

De acordo com relatos ouvidos pelo GloboEsporte.com, os ídolos da torcida se incomodaram com a atuação do time no Maracanã, também criticada publicamente pelo próprio Hernanes e pelo técnico Dorival Júnior.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



Eles não gostaram da postura da equipe dentro de campo e da forma como o resultado se construiu, assim como a comissão técnica.

As palavras do uruguaio e do volante não foram encaradas como ruins. Pelo contrário: a cobrança foi vista como positiva, partindo de líderes que têm um histórico de experiências com diversas situações na carreira para transmitir isso aos demais atletas.

Também demonstrou, para quem presenciou o episódio, que os dois se importam com o momento do São Paulo e querem a melhora da equipe para os nove jogos finais da temporada. Até por postura, inclusive, os dois são idolatrados pela torcida tricolor.

Cobranças desse tipo ocorreram em outros jogos da temporada nos quais o São Paulo acabou derrotado.

Com 34 pontos, o São Paulo treinou nesta quinta-feira de manhã, no Rio de Janeiro. O time voltará a treinar na sexta, no CT da Barra Funda.

Irritação ainda no campo

Na saída do campo, Hernanes disse que faltava maturidade ao time do São Paulo e que a equipe não poderia atuar como se tivesse alcançado os objetivos da temporada. O Profeta também acrescentou: o Tricolor terá de apanhar até crescer.

Dorival Júnior, aliás, citou as palavras de Hernanes em sua entrevista coletiva.

– Essa apatia é o que realmente preocupa. Como disse o próprio Hernanes no final da partida. O problema é tático? Não. É técnico? Não. É garra, gana, vontade? Não. Mas houve uma apatia geral, tanto que no intervalo eu poderia fechar os olhos e fazer três alterações que não teria problema, pela maneira como nos comportamos. Isso é inaceitável para uma equipe na situação que nos encontramos. E que tem uma atuação totalmente diferente no jogo passado (contra o Atlético-PR, no Paca.

Mesmo com uma contratura na panturrilha direita e sem jogar há mais de três meses, Lugano viajou por vontade própria ao Rio de Janeiro. O zagueiro havia tomado a mesma atitude para o jogo contra o Atlético-MG, em Belo Horizonte, onde o time perdeu por 1 a 0, e ele ficou no banco.

Lugano comandou palavras de ânimo no túnel do Maracanã, antes do jogo contra o Flu, e também cobrou melhora após a partida.

Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte

Leia Mais
- São Paulo e Bahia têm acordo verbal para transferência do goleiro Jean
- Petros elogia Dorival Júnior e pede permanência do chefe no São Paulo
- Lucas Pratto revela lesão e diz estar jogando no sacrifício pelo São Paulo
- Jucilei estipula preço para renovar com São Paulo: 'Empecilho é grana'
- Leia mais notícias sobre São Paulo em www.futnet.com.br/saopaulo

Mais sobre - São Paulo