Publicada em 19/10/2017, às 19:44

Destaque do Grêmio, Arthur renova contrato por mais quatro anos

Clube estipula multa de 50 milhões de euros em novo contrato do volante, que saiu do ostracismo para virar titular absoluto e chamar atenção de Tite

Arthur renovou contrato com o Grêmio até 2021 (Foto: Luciano Amoretti / Grêmio, DVG)

O Grêmio anunciou nesta quinta-feira a renovação de contrato com o volante Arthur, um dos destaques do time na temporada. Considerado a nova "galinha dos ovos de ouro" do clube por sua grande valorização no ano, o jogador de 21 anos teve seu vínculo prorrogado por mais quatro anos, até dezembro de 2021.

– Estou muito feliz em ter renovado com nosso Imortal Tricolor. Quero agradecer a todos que fazem parte dessa história – disse o volante ao site oficial do Grêmio.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



O acerto para a renovação estava alinhavado desde o início do mês. Conforme noticiou o GloboEsporte.com, clube e representantes do jogador aguardavam apenas o retorno do volante da Seleção, após sua primeira convocação para defender a equipe principal nos jogos contra Bolívia e Chile, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo 2018.

Um dos destaques da temporada, com uma média superior a 90% de passes certos por jogo, o volante recebeu valorização salarial "considerável". A multa rescisória, que era de 40 milhões de euros, também foi elevada para 50 milhões de euros (cerca de R$ 188 milhões).

O valor milionário da multa e o prazo longo de contrato dão tranquilidade ao Grêmio para negociar em caso de assédio dos europeus, que já têm o jogador no radar. Neste ano, olheiros do Atlético de Madrid já chegaram a observar o volante de perto na Arena.



Arthur chegou ao Grêmio em 2010, aos 14 anos, e construiu toda a sua formação desde então nas categorias de base do clube. O jogador fez sua estreia como profissional ainda em 2015, sob o comando de Luiz Felipe Scolari, na derrota do Grêmio para o Aimoré, no Estádio Cristo Rei, pelo Gauchão. Após a primeira aparição, perdeu espaço com o treinador e seu sucessor, Roger Machado, e só voltou a atuar no ano passado, no revés para o Botafogo, com time alternativo, na última rodada do Brasileirão.

O jovem começou o ano apenas como opção pouco usual de Renato, mas aproveitou as chances na Primeira Liga para cavar espaço, até ser titular na Libertadores, no empate em 1 a 1 com o Guarani-PAR. Foi a porta de entrada para um lugar cativo na equipe. Hoje peça fundamental do time, Arthur soma 42 jogos com dois gols marcados em 2017.

Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte