Publicada em 16/10/2017, às 18:27

Sendas abre mão de vice-presidência do Brant por união da oposição

Após pesquisa encomendada pela 'Sempre Vasco', opositor a Eurico Miranda fala ao LANCE! que deixa cargo livre pra aumentar chance na eleição. Veja detalhes da pesquisa

(Foto: Divulgação)

Faltando três semanas para a eleição presidencial do Vasco, o clima político nos bastidores começa a esquentar. Em entrevista exclusiva ao LANCE!, Nelson Sendas, candidato à vice-presidente da chapa "Sempre Vasco", de Julio Brant, afirmou que abre mão de seu cargo em prol da união da oposição de olho na vitória no pleito de 7 de novembro. A possibilidade vem por uma possível junção com Alexandre Campello, candidato da "Frente Vasco Livre", para assumir este cargo.

- Abro mão da minha vice-presidência em prol do Vasco e pela união da oposição. Não é o cargo que me motiva, mas o desafio de ajudar o Vasco a voltar ser o gigante que é. Precisamos unir a oposição para derrotar Eurico. Se não chegarmos em um consenso, espero que os eleitores optem por quem estiver melhor colocado nas pesquisas - afirmou Nelson Sendas em contato com a reportagem.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



Na última semana, a chapa "Sempre Vasco" encomendou uma pesquisa de intenções de voto ao Instituto GPP. Nela, Eurico Miranda aparece em primeiro lugar, com Julio Brant em segundo, Fernando Horta em terceiro e Alexandre Campello em quarto - Antônio Fernandes lançou a candidatura depois do encerramento do período da pesquisa, motivo o qual não foi citado. Julio Brant também aparece como o candidato com maior transferência de votos.

Em outra simulação feita na pesquisa, apenas Julio Brant aparece com possibilidade de derrotar Eurico Miranda na eleição sem união (isso ao somar as intenções de voto dadas para ele com os que na pesquisa afirmaram estar indecisos). Para solidificar as chances de vitória no pleito, após os resultados da pesquisa, a "Sempre Vasco" continua buscando a união, ponto até que fez com que Nelson Sendas abrisse mão da vice-presidência.



O LANCE! também procurou o diretor do Instituto GPP, responsável pela realização da pesquisa. Francisco Guimarães comentou sobre os resultados, destacando a necessidade de junção da oposição para que a oposição tenha possibilidade de derrotar Eurico Miranda na primeira semana de novembro. A reportagem também entrou em contato com o especialista em eleição e sócio-diretor da Estratégia & Consultoria, Jackson Vasconcellos.

- Apesar da maioria desejar a vitória de um candidato de oposição, Eurico Miranda apareceu na frente na pesquisa. Com três candidatos de oposição, esse eleitorado fica dividido, favorecendo muito o nome da situação para vencer a eleição. A oposição precisa chegar em um nome de consenso. Pela pesquisa esse melhor nome, hoje, é do Julio Brant - destacou o diretor do GPP.

- Olhando a pesquisa feita na eleição do Vasco, fica evidente para mim que o Julio Brant, não só por ser o segundo colocado na pesquisa, tem mais chance de vencer o Eurico Miranda. Tem um segundo fato. O Brant foi o candidato da oposição na eleição passada. Tem um recall. E tudo que ele afirmou na eleição passada se confirmou na gestão do Eurico. Tudo isso quando junta na cabeça do eleitor não tem outro caminho, se transforma em voto - comentou Jackson.

Concorrem ao cargo de presidente do Vasco para o triênio 2018/2020: pela situação, Eurico Miranda (chapa Reconstruindo o Vasco); pela oposição, Julio Brant (Sempre Vasco), Alexandre Campello (Frente Vasco Livre), Fernando Horta (Mudança com Segurança) e Antônio Fernandes (Novos Rumos).

Fonte: Lance!
Clique para ver a matéria no site fonte