Publicada em 16/10/2017, às 22:03

Santos derrapa, empata com Vitória e perde chance de 'colar' no rival

Equipe de Levir Culpi errou muito e distância para o Corinthians ficou em nove pontos após o 2 a 2 contra os baianos. Peixe deixou o Pacaembu vaiado

Santos x Vitória (Foto: Miguel SCHINCARIOL)

Sabe quando aquele seu amigo vem oferecer um negócio, seja carro, computador, bicicleta, você até se interessa, mas não quer comprar seja lá quanto for? Ele entrega pelo valor "x". Você recusa, diz que a situação financeira está ruim. Sensibilizado, ele, esperançoso, reduz para "y". Novamente, sua resposta é negativa, seguida de outra lamentação financeira. Você até teria o dinheiro com o desconto dado, mas não quer aquele investimento. Por fim, insistente que é, o amigo faz o ultimato reduzindo ainda mais, pedindo "z". Quase de graça. Sua resposta: "Olha, cara, realmente está barato, mas não vai dar". O amigo fica meio sem entender, e desiste, conformado. Pois bem: você, no Campeonato Brasileiro, é o Santos. Seu amigo é o Corinthians, que vem oferecendo a chance de título, mas o Peixe insiste em recusar.

Nesta segunda-feira, a equipe do técnico Levir Cupi recebeu o Vitória no Pacaembu e precisava vencer para reduzir para sete pontos a distância do rival. Mas, outra vez, não fez dua parte, abusou dos erros e ficou apenas no empate, como já tinha sido contra a Ponte Preta: 2 a 2, com direito a gol contra dos baianos.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



Justiça seja feita, o Vitória até merecia melhor sorte. Além do gol que decretou o 2 a 2 ter saído de uma infelicidade do zagueiro Ramon, que fez contra logo após Wallace colocar o rubro-negro na frente, Neilton acertou uma bola no travessão. David, autor do primeiro gol, deitou e rolou nas costas de Daniel Guedes. Aqui, um parentêses: David é muito bom jogador. Rápido, habilidoso, pode ser ótima opção para os times grandes em 2018. Abre o olho!

Do lado do Peixe, mais uma noite infeliz de Copete, que perdeu a bola de origem do gol de David. O colombiano criou pouco, como a equipe, e saiu entre (mais) vaias e aplausos. A paciência da torcida com ele já foi para o espaço.

Mas o resultado ruim não pode ser creditado ao atacante. Além de enfrentar um adversário muito duro jogando como visitante - o Vitória venceu os últimos cinco jogos assim -, o Santos jogou pouco. A dupla de volantes errou demais. Ricardo Oliveira não aproveitou as poucas chances. Jean Mota, autor do primeiro gol santista no primeiro tempo, foi oportunista, mas pouco criativo. Faltou companhia a Lucas Lima.



Para o Vitória, o empate contra o time de ponta de tabela pode ser considerado bom, ainda mais porque o mantém fora da zona do rebaixamento, com 33 pontos, um a frente do Z4. Já o Santos segue como o amigo que não quer fazer negócio, agora em 3º, com os mesmos 49 do Grêmio, mas duas vitórias a menos. Vai uma disputa de título aí? Não, obrigado!

FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 X 2 VITÓRIA


Local: Estádio Pacaembu, São Paulo (SP)
Data-Hora: 16/10/2017 - 20h
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Auxiliares: Carlos Berkenbrock e Helton Nunes (SC)
Público/renda: 15.471 / 428,430,00
Cartões amarelos: David Braz (SAN), Wallace (VIT), Yago (VIT), Caíque Sá (VIT), Carlos Eduado (VIT), Alison (SAN)
Cartões vermelhos: -
Gols: David (22'/1T) (0-1), Jean Mota (35'/1T) (1-1), Wallace (19'/2T) (2-1), Ramon (24'/2T) (2-2)

SANTOS: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Alison, Matheus Jesus (Vecchio, aos 14'/2T) e Lucas Lima; Copete (Serginho, aos 14'/2T), Jean Mota (Lucas Crispim aos 36'/2T) e Ricardo Oliveira. Técnico: Levir Culpi

VITÓRIA: Caíque; Caique Sá, Wallace, Ramon e Juninho; Uillian Correia, Fillipe Soutto e Yago (Patric aos 33'/2T); David (Danilinho, aos 46'/2T), Neilton (Carlos Eduado aos 36'/2T) e Tréllez. Técnico: Vagner Mancini

Fonte: Lance!
Clique para ver a matéria no site fonte