Publicada em 16/10/2017, às 16:07

Guto explica opção por garotos e mantém mistério sobre substituto de Edenílson

Treinador evita confirmar qual será o escolhido entre Valdemir e Jéferson para pegar o Boa Esporte e justifica ausência de Felipe Gutiérrez na partida desta terça, em Varginha

Guto Ferreira mantém mistério sobre substituto de Edenílson contra o Boa (Foto: Ricardo Duarte/Inter Divulgação)

Guto Ferreira abriu uma disputa entre os garotos Valdemir e Jéferson para ocupar a vaga do suspenso Edenílson contra o Boa Esporte, às 19h15 da terça-feira, em Varginha, pela 30ª rodada da Série B. E guardará o nome do vencedor para minutos antes da partida. Em entrevista coletiva nesta segunda-feira, o treinador explicou por que optou por um dos jovens volantes e não pelo chileno Felipe Gutiérrez. E manteve o mistério sobre o escolhido para iniciar o jogo.

Em sua análise, o treinador afirma que os dois pupilos têm características semelhantes às do titular, com intensidade na marcação e capacidade de ocupar espaços. Ao longo da semana de trabalhos em Porto Alegre, o técnico testou Valdemir no time nos dois primeiros treinamentos. Jéferson foi o escolhido nas atividades do sábado e do domingo.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



– É a busca de característica mais próxima do Edenílson, de mobilidade, de marcação, de ocupação de espaço, que o Edenílson tem bastante interessante. A experiência fica difícil de substituir. Mas a disposição, a vontade e a característica física é mais próxima. Para equilibrar o lado defensivo. Ganha em aspectos defensivos, com as trocas, temos que equilibrar o lado defensivo, que também existem perdas. É essa a busca. (A definição), só amanhã (terça) à noite – diz o treinador.

Guto ainda tratou de dar detalhes da preferência por um dos jovens, com a permanência de Felipe Gutiérrez no banco de reservas. O treinador afirma que vê o chileno como um terceiro homem do meio-campo, com capacidade maior de criação e menos poder de marcação, algo necessário para equilibrar o setor.

– Ele apareceria na situação do Edenílson se a equipe que fosse enfrentar fosse com pouco poder ofensivo. O Felipe é mais um terceiro homem do que segundo. Tem mais poder de articulação do que marcação. E eu preciso equilibrar os dois lados. Para isso, a minha opção foi por buscar um menino que faz parte do plantel. Quem dá equilíbrio é o Edenílson. Todas as vezes, o Gutiérrez nunca esteve na condição de segundo. Sempre na condição de terceiro. Por si só, isso diz que um não ocupa o espaço do outro. A não ser que existisse um segundo homem de marcação, e ele figurasse como o terceiro – ressalta Guto.



O provável time do Inter tem Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Danilo Silva, Víctor Cuesta e Uendel; Charles, Jéferson (Valdemir), Camilo e D'Alessandro; Nico López e William Pottker.

Guto Ferreira promoverá o último treino antes do duelo com o Boa no Instituto Bola Preta, em Elói Mendes, na zona rural, distante, 21 km de Varginha. Nesta terça-feira, a equipe enfrenta os mineitos às 19h15, no Estádio Municipal de Varginha. O Colorado lidera a Série B com 57 pontos, três à frente do América-MG e 10 do Vila Nova, quinto e primeiro fora do G-4. O Boa está em 13º com 37.

Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte