Publicada em 15/10/2017, às 21:56

Em jogo ruim, Grêmio vence com gol no fim e afunda o Coritiba no Z-4

Tricolor marca nos acréscimos e garante mais três pontos. Resultado mantém o Coxa na zona de rebaixamento, com 29 pontos, enquanto o Grêmio pula para segundo

Grêmio marca no fim e dorme na vice-liderançaa Grêmio (Foto: Giuliano Gomes/ Agência PR PRESS)

Em jogo ruim, o Grêmio venceu o Coritiba por 1 a 0, no estádio Couto Pereira, na noite deste domingo, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. O único gol da partida saiu só nos acréscimos, quando Ramiro tirou o zero do placar e decretou a vitória para o time de Renato Gaúcho. Os donos da casa tiveram as melhores oportunidades na partida, mas esbarraram na forte marcação do Tricolor e pecaram na pontaria. Péssimo para o Alviverde, que segue afundado na zona de rebaixamento.

LEIA MAIS

- Carol não tira sossego de Renato em chegada a Abu Dhabi e promove "perseguição" ao pai; veja

- Felipão afirma que Renato Gaúcho foi mais jogador que Cristiano Ronaldo

- De olho no Mundial, Cícero diz que Grêmio pode surpreender o Real Madrid

- Edílson quer que Grêmio faça Real também marcar: "Tirar da zona de conforto"

- Leia mais notícias sobre Grêmio em www.futnet.com.br/gremio




O resultado mantém o Coxa na zona de rebaixamento, com 29 pontos. São nove jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro. Na outra ponta da tabela, o Grêmio dorme na vice-liderança, agora com 49 pontos. O Santos, com 48 e em terceiro, recebe o Vitória na segunda-feira, no fechamento da rodada.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



Na próxima rodada, o Coritiba recebe o Cruzeiro, na próxima quarta-feira, às 19h30 (horário de Brasília), novamente no Couto Pereira. No mesmo dia, o Grêmio vai até São Paulo encarar o líder Corinthians, às 21h45, ambos pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O jogo



Sobraram balões, lançamentos longos e cruzamentos na área. Estiveram em falta, pelo menos nos primeiros 45 minutos, toques curtos, passes envolventes e o jogo coletivo. Coritiba e Grêmio tentaram chegar ao gol da mesma forma, pelo alto. As principais chances dos dois clubes vieram em escanteios. Werley por pouco não marcou de um lado, Geromel o mesmo de outro. O Coxa também assustou em duas cobranças de falta defendidas por Marcelo Grohe. O time gaúcho, especialmente, não teve capacidade de sair da defesa pelo chão, sua característica tão marcante. Abusou dos lançamentos e não teve bom rendimento. Em casa, o Coritiba teve uma posse de bola mais produtiva, mas também não conseguiu brechas na defesa rival.

O Coxa voltou na pressão e quase abriu o placar no começo do segundo tempo, quando Carleto levantou na área, Alan Santos desviou e Werley, livre no segundo poste, chutou na trave de Marcelo Grohe. Inoperante e confortável na partida, o Grêmio continuou abusando da ligação direta e com dificuldades para chegar ao ataque com toques. Desesperado, o Coritiba seguiu no ataque, mas pecou na pontaria. Nos minutos finais, Henrique Almeida teve duas grandes chances em sequência de marcar, primeiro quando cabeceou de peixinho e Grohe defendeu, e depois quando foi travado por Kannemann na cara do gol. Porém, quem chegou ao gol foi o Grêmio. Nos acréscimos, Jael arrancou do campo ofensivo, passou pela marcação, caiu, mas conseguiu acionar Ramiro, que entrou livre na área e tocou na saída de Wilson, decretando a vitória tricolor.





Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte