Publicada em 10/10/2017, às 19:49

Com futuro indefinido no Galo, Robinho evita falar sobre interesse do Santos

Durante coletiva, camisa 7 evitou falar sobre renovação e comentou nova fase no Galo, após jejum de 23 jogos sem gols

Contrato de Robinho com o Galo tem validade até dezembro de 2017 (Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG)

Com contrato previsto para vencer em dezembro, Robinho evita falar com a imprensa sobre a possibilidade de renovar seu vínculo com o Atlético-MG. Sem acerto em vista, o jogador já pode assinar um pré-contrato com outros clubes e deixar a Cidade do Galo de graça, inclusive o Santos já mostrou interesse em voltar a ter o meia na equipe para a próxima temporada. Durante coletiva concedida nesta terça-feira, o camisa 7 mudou o foco do assunto para os objetivos do Atlético nesta temporada.

- Eu vivo um dia após o outro. Especulações acontecem por parte da imprensa. Meu foco está aqui no Atlético. Vou procurar terminar o ano bem, jogando bem, com o máximo de gols possível. E se possível com o Atlético lá em cima, com uma vaga na Libertadores, que é o mais importante.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



Artilheiro em 2016, com 25 gols na conta, Robinho viveu uma outra realidade em 2017. Com uma campanha irregular, o meia perdeu espaço no time que era comandado por Rogério Micale e só voltou a ganhar uma oportunidade entre os titulares após a chegada de Oswaldo de Oliveira. Com tantas incertezas, o jogador também não sabe se seguirá no Galo. Após marcar os dois gols da vitória sobre o Atlético-PR, Robinho pôs fim ao jejum de 23 jogos e voltou a alegrar a torcida.

- Quando a gente está jogando bem e conseguindo ajudar o time com gols e boas atuações é melhor. Quando a gente não joga bem parece que falta alguma coisa. A alegria vem com a atuação que eu tive, venho melhorando, estou bem fisicamente - revelou.

Em um momento de descontração, o jogador brincou com o novo visual, que inclui barba e bigode, associando a mudança a sua atuação contra o Furacão.
- Sobre o bigode, vamos ver. Minha esposa achou que está legal, fiz gol e vou deixar. Vamos ver se continua assim (risos) - disse.





Ciente da dificuldade que a equipe vem enfrentando para se estabilizar no Campeonato Brasileiro, ainda sendo assombrada pela zona de rebaixamento, Robinho afirmou que o Atlético-MG tem a obrigação de vencer em casa, citando um trecho do hino do clube.

- Sempre foi obrigação vencer dentro de casa. Tanto dentro, quanto fora. Quando se joga com a camisa do Atlético, a obrigação é vencer sempre. O hino do Atlético já fala: é vencer, vencer, vencer.

O jogador ainda comentou a situação de Lucas Pratto e Fred. Enquanto o centroavante do São Paulo não balança as redes há dez jogos, o camisa 9 completa 11 partidas em jejum. Em meio a risadas, Robinho disse que espera que Pratto siga sem marcar, pelo menos contra o Galo, nesta quarta-feira, não deixando de apontar as qualidades do ex-companheiro de Atlético-MG.

- O Fred dispensa apresentações, sempre foi artilheiro nos clubes que passou e aqui também. Ele vai voltar a marcar, porque é isso que sabe fazer. Sobre o Pratto, ele é um grande amigo, um excelente jogador. Espero que ele possa continuar o jejum dele (risos).

O Galo se preocupa com a zona de rebaixamento, porém, está a quatro pontos de distância do Sport, que abre a zona vermelha. Já o São Paulo se encontra em uma situação ainda pior, separado por apenas um ponto. Pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG recebe o Tricolor Paulista às 21h45 desta quarta-feira, no Independência.

Fonte: Lance!
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Atlético-MG