Publicada em 06/10/2017, às 14:24

Em busca de equilíbrio, Oswaldo tentará alcançar rara marca defensiva do Galo 2017

Caso não leve gol do São Paulo, Atlético-MG igualará melhor marca da temporada (três jogos sem sofrer gols) e do Brasileiro (dois jogos seguidos sem ter a meta vazada)

Oswaldo de Oliveira mira atenções para os gols sofridos pelo Galo (Foto: Rafael Araújo)

Das 26 rodadas do Campeonato Brasileiro 2017, o Atlético-MG não levou gol em apenas seis. Os 31 gols sofridos na atual edição da competição ligam o alerta nos torcedores e é uma das preocupações de Oswaldo de Oliveira para tentar melhorar o desempenho do Galo. Desde o início do torneio, apenas em uma oportunidade a equipe passou dois jogos sem ter a meta vazada: contra Palmeiras e Avaí, nas quartas e quintas rodadas, respectivamente.

- Temos trabalhado muito em cima disso, para evitar o gol. O melhor caminho para vitória é não levar gols. Infelizmente não conseguimos fazer. Tivemos até algumas oportunidades que poderíamos ter convertido - revelou o treinador alvinegro, que não levou gols nas duas partida que fez no comando atleticano, contra o Atlético-PR, pelo Brasileirão, e contra o Londrina, pela Primeira Liga.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



Na temporada 2017 inteira, juntando todas as competições, a maior sequência de jogos sem levar gols foram três partidas, em três ocasiões, todas no comando de Roger Machado. Feito que poderá ser igualado por Oswaldo de Oliveira caso Victor não seja vazado na partida contra o São Paulo, na próxima quarta-feira, no Independência.

Com o ataque produzindo pouco, como vem sendo o do Atlético-MG em 2017, a defesa funcionar bem é fundamental. E os números refletem isso. Quando saiu na frente, a equipe nunca levou a virada na competição. Dos 26 jogos no Brasileirão, em sete deles o Galo foi para o vestiário com a vitória e levou os três pontos. Em contrapartida, quando foi para o intervalo perdendo, dez vezes no total, virou apenas duas, com dois empates e seis derrotas.

A correção na marcação é um pedido de Oswaldo de Oliveira para os jogadores. Sem levar gol nos últimos jogos, pode igualar as duas melhores marcas do time na temporada. Um dos defensores, Gabriel destaca o papel do time inteiro nessa melhoria defensiva.

- A gente teve essa evolução defensiva. Essa evolução não é somente dos quatro jogadores, mas também do Victor, mas de todos, porque a marcação começa lá com o Fred. Em breve a gente vai voltar a fazer os gols, que estamos precisando, para dar aquela arrancada final no Brasileiro - destacou o zagueiro.

Para aprimorar a questão defensiva até o jogo contra o São Paulo, Oswaldo de Oliveira terá quatro treinamentos. Os jogadores folgam nesta sexta-feira e voltam a campo no sábado. Elias, suspenso, é desfalque certo. Leonardo Silva, com uma lesão na coxa, deve desfalcar o time. Em contrapartida, Marcos Rocha treinou com o time B e pode voltar.

Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte

Leia Mais
- Goleiro Victor exalta Otero e destaca importância de vitória contra o Coxa
- Com golaço de Otero, Atlético-MG passa pelo Coritiba e encosta no G7
- Elias fala em cumprir contrato com Galo, mas não descarta volta ao Timão no futuro
- Dificuldade para conciliar: Galo não tem equilíbrio entre treino, vitórias e descanso
- Leia mais notícias sobre Atlético-MG em www.futnet.com.br/atletico

Mais sobre - Atlético-MG