Publicada em 01/10/2017, às 21:19

Robinho decide, e Atlético-MG vence Atlético-PR em estreia de técnico

Com um gol em cada tempo, o Galo de Oswaldo de Oliveira encostou no Furacão na tabela com os mesmos 34 pontos. A diferença para o G-7 é de cinco (quatro acima da zona do rebaixamento)

Robinho mostrou qualidade nas finalizações e garantiu o triunfo da equipe mineira. (Foto: Rodolfo Buhrer/Fotoarena/Lancepress!)

Na estreia do técnico Oswaldo de Oliveira, o Atlético-PR venceu o xará Atlético-PR por 2 a 0 neste domingo, na Arena da Baixada, pela vigésima sexta rodada da Série A. O nome do jogo foi o atacante Robinho, que marcou duas vezes e encerrou um jejum de mais de quatro meses sem marcar.

A partida, basicamente, foi fraca tecnicamente e com erros técnicos dos dois lados. Assim, os perigos eram esporádicos. Com 14, Jonathan entrou na área e chutou cruzado nas mãos de Victor. Dois minutos depois foi a vez do time mineiro chegar com perigo. Em contra-ataque, Fred recebeu livre de Fábio Santos e bateu para defesa de Weverton.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



Na chegada seguinte, aos 21, saiu o gol do Galo. Após cobrança de escanteio, a zaga afastou de cabeça e a bola parou em Robinho, que dominou e bateu forte no canto direito do goleiro. 0x1. O atacante estava sem balançar as redes há 126 dias (23 partidas).

Com enormes dificuldades de criação, o time rubro-negro errava muitos passes no campo ofensivo e facilita a vida da zaga da equipe xará. O Furacão, assim, só aparecia em bolas paradas e sem nenhum efeito perigoso.

Na volta do intervalo, logo no início, o Atlético-MG quase ampliou em uma boa jogada pela direita. Adilson tocou de calcanhar para Cazares, que avançou e mandou uma bomba por cima do travessão.



Um pouco mais organizado, o Atlético-PR melhorou no meio-campo e passou a chutar mais em gol. Aos 20, Gedoz cobrou falta perigosa de longe e a bola passou perto da trave. Na sequência, Matheus Anjos também tentou arriscar de longa distância e foi para fora. Com 28, Gedoz mais uma vez assustou, agora batendo de esquerda e Victor espalmando para a linha de fundo.

Na pressão, a equipe rubro-negra colocava o Galo fechado em seu campo e via o arqueiro se destacar. Quando o goleiro não evitou, Alex Silva tirou em cima da linha em chute de Pavez. Logo depois, Victor salvou em cabeçada de Thiago Heleno.

E a máxima do "quem não faz, toma" aconteceu mais uma vez. Com 36, Thiago Heleno errou o passe na saída de bola, Cazares se antecipou e achou Robinho, que mandou no mesmo canto do primeiro gol. É o nono gol dele na
temporada. 0x2.

Com a derrota, o Atlético-PR estaciona nos 34 pontos, na oitava colocação - o Atlético-MG subiu para 34 pontos e está em nono. Na próxima rodada, o Furacão recebe o Atlético-GO na Arena da Baixada no dia 11, às 19h30, enquanto o Galo encara o São Paulo no mesmo dia, às 21h45, na Arena Independência.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 0X2 ATLÉTICO-MG


Local: Arena da Baixada, em Curitiba
Data-Hora: 01/10/2017 - 19h
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Auxiliares: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Fábio Rodrigo Rubinho (MT)
Público/renda: 11.418 pagantes/R$ 187.030,00
Cartões amarelos: Ribamar (CAP); Robinho, Elias, Victor, Alex Silva (CAM)
Gols: Robinho, 21ƇºT (0-1); Robinho, 36ƈºT (0-2)

ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonathan, Wanderson, Thiago Heleno e Fabrício; Pavez, Rossetto e Guilherme (Matheus Anjos, 18ƈºT); Lucas Fernandes (Sidcley, 7ƈºT), Pablo (Felipe Gedoz, intervalo) e Ribamar. Técnico: Fabiano Soares.

ATLÉTICO-MG: Victor; Alex Silva, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Elias, Valdívia (Otero, 15ƈºT), Cazares e Robinho (Clayton, 39ƈºT); Fred (Rafael Moura, 43ƈºT). Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Fonte: Lance!
Clique para ver a matéria no site fonte