Publicada em 01/10/2017, às 18:18

Grêmio supera Cavalieri, vence no fim e deixa Fluminense perto do Z4

Com gol de Beto da Silva aos 41 minutos da etapa final, Tricolor Gaúcho volta a vencer após três rodadas. Equipe de Abel Braga, por sua vez, amarga jejum de cinco rodadas sem vencer

Grêmio recebeu o Fluminense e voltou a vencer no Brasileirão: 1 a 0 na Arena (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Alívio de um lado, decepção do outro. No confronto entre tricolores, o Grêmio bateu o Fluminense por 1 a 0 em Porto Alegre, neste domingo, e voltou a sorrir no Campeonato Brasileiro. O gol de Beto da Silva, único a conseguir superar Diego Cavalieri, aos 41 minutos da etapa final, pôs fim a uma sequência de três derrotas seguidas do time de Renato Gaúcho, terceiro colocado com 47 pontos.

A derrota no fim aumenta o drama do Tricolor das Laranjeiras no Brasileirão. Agora são cinco rodadas sem vitórias. O Flu estacionou nos 31 pontos e está um ponto acima do Avaí, primeiro clube dentro da zona de rebaixamento.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



O JOGO

A ausência de vários titulares, como Edilson, Luan e Lucas Barrios, não fez falta ao Grêmio, dono de todas ações na etapa inicial em Porto Alegre. A equipe de Renato Gaúcho, melhor organizada que o Flu, tomou conta do meio-campo.

O gol do Tricolor Gaúcho só não saiu logo por conta de Diego Cavalieri. O camisa 12 foi o principal nome do Fluminense. Com quatro grandes defesas - em finalizações de Ramiro, Evérton e Patrick -, o goleiro manteve o placar zerado. Jael teve ótima chance, mas faltou tranquilidade ao atacante na batida.



A mudança de postura cobrada por Abel Braga antes do duelo não foi vista. O meio-campo, reforçado por Sornoza, foi facilmente combatido pelo Grêmio, que atacava o jogador com a bola sempre com três ou quatros marcadores, roubando a mesma com facilidade. Assim, o Fluminense foi para o intervalo sem acertar uma finalização na direção da meta defendida por Marcelo Grohe.

Mesmo sem mudanças, o Flu conseguiu fazer em sete minutos do segundo tempo o que não havia feito em toda partida até então. Douglas, no arranque, se livrou de três marcadores e lançou Henrique Dourado. O Ceifador ganhou no corpo de Geromel, invadiu a área e bateu cruzado. Com a ponta dos dedos, Grohe fez um leve desvio, o suficiente para a bola sair rente à trave esquerda.

Na sequência, foi a vez de Gustavo Scarpa encontrar o zagueiro Reginaldo dentro da área. A cabeçada também saiu pela linha de fundo - e, desta vez, restou ao goleiro gremista ficar torcendo. Após os sustos, o Grêmio acordou, mas os chutes de Jean Pyerre e Evérton não deram trabalho para Cavalieri.

Abel acionou Marcos Junior e Richard, enquanto Beto da Silva entrou no lugar de Jael - vaiado pela torcida na Arena. Apesar das mudanças, o ritmo do duelo diminuiu. Com a posse de bola, o Grêmio ensaiou uma pressão no fim e foi recompensado. Aos 41, Evérton cruzou da entrada da área e a bola desviou no braço de Orejuela. Reginaldo e Frazan pararam, o juiz não apitou e Beto da Silva empurrou a bola para o fundo da rede: 1 a 0. Cavalieri nada pôde fazer.


FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 1X0 FLUMINENSE


Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 1/10/2017, às 16h
Árbitro: Raphael Traci (PR)
Auxiliares: Ivan Carlos Bohn (PR) e Pedro Martinelli Christino (PR)
Renda/Público: R$ 502.985,00 / 15.727 pagantes

Cartões amarelos: Geromel (GRE); Frazan e Lucas (FLU).
Cartão vermelho: Não houve.

GOLS: Beto da Silva (41'/2ºT)

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Lucas, Reginaldo, Frazan e Léo; Orejuela, Wendel (Marcos Junior, 20'/2ºT), Douglas (Peu, 42'/2ºT), Gustavo Scarpa e Sornoza (Richard, 31'/2ºT); Henrique Dourado - T: Abel Braga.

GRÊMIO: Marcel Grohe; Léo Moura, Geromel, Bruno Rodrigo e Cortez; Cristian (Jaílson, Intervalo), Arthur, Ramiro e Patrick (Jean Pyerre, 7'/2ºT); Evérton e Jael (Beto da Silva, 32'/2ºT) - T: Renato Gaúcho.

Fonte: Lance!
Clique para ver a matéria no site fonte